A+ / A-
FC Porto

Depois de Braga, Peseiro só admitia regressar à "grande" a Portugal

18 jan, 2016 - 23:19

Novo treinador do FC Porto confessou, em entrevista a Bola Branca, em Outubro de 2014, que só consideraria regressar a Portugal pela porta de um clube capaz de conquistar títulos.
A+ / A-

José Peseiro concretiza, pouco mais de um ano depois, o objectivo que delineou tendo em vista as condições ideais para regressar a Portugal.

A 28 de Outubro de 2014, o técnico que orientava o Al-Wahda, dos Emirados Árabes Unidos, confessava, em entrevista a Bola Branca, que só consideraria voltar ao futebol nacional sob pressupostos muito específicos.

"Regressar a Portugal é um objectivo sempre que eu sinta que é um projecto que me satisfaça. Não faz sentido, quando há um mercado, fora do país, com as vantagens financeiras que tem, que regresse a Portugal para um projecto que não seja ambicioso, para ganhar, para vencer e para jogar face a face com qualquer equipa em Portugal ou noutro sítio qualquer", argumentou o técnico natural de Coruche, de 55 anos, numa conversa com o jornalista Pedro Azevedo.

Agora, vai assumir o lugar deixado vago por Julen Lopetegui no comando técnico do FC Porto. Depois de se ter desvinculado dos egípcios do Al-Ahly, o treinador será apresentado esta terça-feira, no Dragão.

José Peseiro orientou o Sporting de Braga, na última passagem pelo futebol português. Antes, destacou-se ao comandar o Sporting à final da Taça UEFA, em 2005 (perdida para os russos do CSKA Moscovo), orientando ainda Panathinaikos e selecção da Arábia Saudita.

Na temporada de 2012/13, conquistou o único troféu do currículo, em matéria de futebol profissional, batendo precisamente o FC Porto na final da Taça da Liga.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Carlos
    19 jan, 2016 Gaia 13:36
    Espero que lhe corra tudo bem ao peseiro.mas tenho muitas dúvidas . não lembrava a ninguem o peseiro,não seria muito melhor o rui barros?
  • F.BATISTA
    19 jan, 2016 GAIA 08:12
    JOSÉ PESEIRO NO F.C.DO PORTO. MAIS UM FLOP DE PINTO DA COSTA.O QUE GANHOU EM PORTUGAL E NO ESTRANGEIRO? E A NIVEL DISCIPLINAR? NÃO FOI ESTE SNR. QUE FOI PACIFICO COM UM ACTO INDISCIPLINAR,QUANDO TREINADOR DO SPORTING,COM O JOGADOR ROCHEMBACK? VEM ATÉ AO FINAL DA ÉPOCA OU ATÉ NOVAS ELEIÇÕES NO F.C. DO PORTO?PREVEJO QUE O DESCALABRO VÁ CONTINUAR.NÃO SOU DO CONTRA ,SOU REALISTA.NÃO AUGURO NADA DE BOM EM TERMOS FUTUROS.PORÉM DESEJO A MAIOR SORTE DO MUNDO AO MEU PORTO PORQUE DESEJO SEMPRE, QQE SEJA O MELHOR CLUBE DO MUNDO.BOA SORTE E SAUDAÇOES DESPORTIVAS.