A+ / A-

CGTP marca concentração para exigir que executivo de esquerda tome posse

18 nov, 2015 - 14:29

Protesto nacional foi agendado para o dia 28 de Novembro, junto ao Palácio de Belém.

A+ / A-

A CGTP marcou uma concentração nacional para o dia 28 de Novembro, junto ao Palácio de Belém, para exigir que o presidente da República respeite a Constituição e dê sequência à solução governativa apresentada pelos partidos de esquerda.

A decisão foi tomada numa reunião extraordinária da comissão executiva da intersindical convocada para analisar a situação política actual.

"É inaceitável que uma semana após a aprovação da moção de rejeição ao programa de governo do PSD/CDS, que determinou a sua demissão, o Presidente da República persista em manter um Governo em usurpação de funções, a gerir negócios", disse o secretário-geral da CGTP, Arménio Carlos numa conferência de imprensa depois da reunião da comissão executiva.

O executivo da CGTP decidiu ainda promover a 24 de Novembro uma "acção nacional de esclarecimento e mobilização dos trabalhadores" que passa pela realização de plenários "no maior número de locais de trabalho possível".

O Presidente da República recebe na quinta-feira um grupo de economistas com "conhecimento da realidade económica", informou esta quarta-feira fonte da Presidência à Renascença. No dia seguinte, sexta-feira, Cavaco Silva receberá os representantes dos partidos com representação na Assembleia da República.

A moção de rejeição do PS ao programa do XX Governo Constitucional foi aprovada a 11 de novembro com 123 votos favoráveis de socialistas, BE, PCP, PEV e PAN, o que, de acordo com a Constituição, implica a demissão do XX Governo Constitucional, suportado por PSD e CDS-PP, e liderado por Pedro Passos Coelho.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Vasco
    19 nov, 2015 Santarém 21:23
    Este chulos da CGTP agora ainda se sentem mais confortáveis com o apaixonado Costa enamorado da extrema esquerda, mas tenham um bocadinho de calma porque lá há-de chegar o dia em que nos havemos ver livres de todos vós, entretanto só espero que vão preparando os três PS/PCP/BE uma coligação a sério para poderem então enfrentar com um programa comum a coligação do centro/direita em novas eleições para que não sejam considerados uma vez mais assaltantes do Poder.
  • Pedro
    19 nov, 2015 Beja 19:53
    vai trabalhar nunca trabalhaste na tua vida
  • Eborense
    19 nov, 2015 Évora 18:40
    Então o Nogueira e a boazona da Avóila, não fazem manifestações? Vamos lá camaradas! Todos a exigir direitos!
  • José Soares de Pinho
    19 nov, 2015 Gafanha da Nazaré 18:09
    será que este artista da CGTP gostou do que os dois ultimos governos socialistas fizeram ao país ? Com tanta pressa ainda vai cair e partir ou a perna esquerda , o braço esquerdo, a mão esquerda, ou pé esquerdo e depois tem que fazer tudo á direita e fica maluco.
  • rui manuel
    19 nov, 2015 lisboa 14:31
    Aí está o braço armado do PCP a funcionar. Não pensem comunas que por o Jaime Neves ter partido que agora estão na maior, hà mais Jaime Neves e se calhar mais refinados.
  • João Lopes
    19 nov, 2015 Viseu 10:52
    Por mim, desejo um governo de gestão, seguido de eleições livres e claras: PàF de um lado; e do outro a “coligação marxista”: BE, PCP e PS. Basta de fraude eleitoral com jogos enganadores, encenados pelo criativo, ambicioso, e grande derrotado Costa, que nas “costas” dos eleitores, inventou um “teatrinho” onde ele representaria o papel de primeiro-ministro e a CGPT batia palmas ou assobiava conforme o comando do PCP.
  • Carlos Cunha
    18 nov, 2015 Malveira 18:26
    Lá vais mobilizar o sector dos transportes para a festa.O PCP embarcou no apoio ao PS por isso mesmo.E enquanto os transportes todos não forem privatizados vamos ter sempre a CGTP/PCP a perturbar quem trabalha.Sim quem trabalha! Porque uma maioria dessa gente dos transportes,nada faz para ganhar os ordenados que auferem e nas greves a CGTP/PCP paga-lhes o dia.Por isso o PS de Costa é o responsável daqui para a frente com a pouca vergonha de greves,a maioria sem sentido, só para afrontar governo.Agora com o do PS se o PR o indigitar vamos ver como é.No entanto a reversão dos contratos feitos com privados vão ser pagos a preço de ouro e quem vai pagar é o POVO.O Costa o que quer é ser 1º ministro.E o Arménio Carlos,quer ser o dono do PCP,sim,porque com os verdadeiros comunistas isto não acontecia.Vamos esperar para ver o PS e Costa afundar-se rapidamente como o TITANIC,lembam~se ?é o que vai acontecer.E o País vai voltar a entrar em falência.Pena foi que em 2011 com Sócrates os outros partidos que lhe deram a mão ficassem quietos.Hoje muita gente ia-se lembrar que não tinha recebido o ordenado do seu trabalho,principalmente no Estado, onde estão incluídos os transportes e todos os outros trabalhadores.Hoje pensavam duas vezes antes de votar e escolher certos partidos.
  • Palhaçarménio...
    18 nov, 2015 Porto 17:19
    Um palhaço a exigir a posse de um governo, aprovado in extremis, pelo Comité Central das Múmias da CDU. Tamos entregues à bicharada. Eu quero que se lixe o Governo Passos/Portas, mas esta cambada da CGTP... a pressionar... significa que já vem aí lixeira política, económica, social e cultural! E greves aos magotes se o Aníbal não nomear o Costa que está refém dos trotskistas do Bloco e dos estalinistas do PC. Ainda vai aparecer a múmia do Cunhal na manifestação!!!
  • Casemiro
    18 nov, 2015 Viana do Castelo 17:17
    Em breve o Arménio Carlos vai ser o novo dono disto tudo. Deixem o PS ir para o governo e verão.....Só que onde ele entra rebenta com tudo, vejam por exemplo o caso dos estaleiros navais de Viana do Castelo.
  • Antonio Costa
    18 nov, 2015 17:10
    Mas o que é que esta Central Sindical tem haver com a formação do Governo.

Destaques V+