A+ / A-
Ténis

Federer derrota Nadal e está na final de Wimbledon

12 jul, 2019 - 19:44 • Redação

O tenista suíço, número três do mundo, venceu o espanhol, número dois, em quatro sets e vai defrontar Novak Djokovic.
A+ / A-

Roger Federer garantiu, esta sexta-feira, a presença na final de Wimbledon, ao derrotar Rafael Nadal em quatro sets, por 7-6, 1-6, 6-3 e 6-4. Na final, terá pela frente o número um do mundo, Novak Djokovic.

O primeiro set foi extremamente equilibrado, até ao "tie break". Aí, Federer, número três do mundo, chegou ao 7-3 com relativa facilidade. Contudo, no segundo parcial, Nadal, o número dois, quebrou-lhe o serviço logo a abrir e, a partir daí, deu recital e chegou aos 1-6.

Federer não se deixou afetar e, no terceiro set, chegou rapidamente aos 4-1 e, depois, aos 6-3, ficando a um set da final. A história no quarto parcial foi semelhante: o suíço foi rápido a quebrar o serviço a Nadal e, a partir daí, protegeu sempre os seus serviços, ameaçando os do espanhol. Federer ainda desperdiçou dois "match points" com Nadal a servir, ficando "obrigado" a fechar o encontro no jogo seguinte.

Para aumentar a pressão do último jogo, Nadal chegou aos 30-40 e teve a oportunidade de quebrar o serviço de Federer. Porém, o suíço reagiu a tempo e conseguiu empatar, antes de ganhar vantagem. Mas perdeu o primeiro "match point" (terceiro no geral). Mais uma vantagem e novo "match point" desperdiçado. À terceira foi de vez: Nadal mandou a bola para fora e Federer festejou, ao fim de três horas e dois minutos.

O suíço vai jogar a 12.ª final em Wimbledon. Ganhou oito. O adversário é o sérvio Novak Djokovic, vigente campeão e atual líder do "ranking" ATP. Se vencer, Roger Federer conquistará o seu 21.º título do Grand Slam.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.