A+ / A-
Benfica

Jonas recorda conversa decisiva com Bruno Lage: "Disse-me que tinha de acabar como campeão"

11 jul, 2019 - 22:44 • Redação

O agora ex-avançado brasileiro recorda que o treinador do Benfica o demoveu de terminar a carreira logo em fevereiro.

A+ / A-

Jonas contou, esta quinta-feira, que foi Bruno Lage que impediu que o avançado brasileiro pendurasse as botas em janeiro e que o convenceu a aguentar a lesão nas costas até ao final da época, de modo a fechar a carreira com chave de ouro.

"Já venho há dois anos com a lesão na lombar mas, no último ano, as dores e as dificuldades foram muito mais intensas. No início da época, já comecei bem depois dos meus companheiros. E quando voltei, voltei confiante e joguei até dezembro ou janeiro. Depois, quando tenho a segunda crise de dores, em janeiro, mandei uma mensagem à minha família e disse 'vou ver se chego até ao fim da época'", lembrou Jonas, em entrevista à BTV.

Jonas contou que "treinava com muitas dores" e que os jogos eram ainda piores. Por altura de janeiro, acreditava que não chegaria ao final da época e que terminaria a carreira em fevereiro. Ninguém o demovia - até que chegou Bruno Lage:

"Foi fundamental. O Bruno Lage chamou-me à sala dele e explicou-me qual seria a minha progamação até ao final da época. E disse-me, 'tu tens de acabar como campeão dentro de campo'. Isso deu-me uma confiança e uma força fundamentais. Foi tudo programado, tudo certinho. Estou muito grato ao Bruno Lage."

O sono ainda é difícil

Jonas, camisola "10" do Benfica, terminou a carreira no dia 10 de julho, tendo jogado 10 minutos do jogo de apresentação com o Anderlecht.

"Estava muito ansioso. Já tinha definido que terminaria a minha carreira aqui. Está a ser difícil dormir, mas faz parte. O que vivi ontem [quarta-feira] deixa-me feliz por ter acabado a carreira aqui [no Benfica]. Era o que eu queria. Ainda estou emocionado, o que comprova que tomei a decisão certa. Foi muito pensado, foi conversado em família. Sabia que não conseguiria jogar aquilo que queria", afirmou o brasileiro, na mesma entrevista à BTV.

Jonas confessou que os últimos 10 minutos o marcaram mais por serem "o último momento com os companheiros". O antigo internacional brasileiro também revelou o que Bruno Lage lhe disse ao ouvido: "Olha, campeão, estás a terminar em campo, em grande."

Chegou a falar-se que o Benfica teria prometido a Jonas continuar a dar-lhe um salário milionário após a reforma, mas o avançado refuta esses rumores.

"Nada disso. Eu tinha mais um ano de contrato. Se pensasse na questão financeira, continuaria. Terminarei a carreira por questões físicas. Houve um acordo dentro da normalidade. Tudo o que saiu são informações falsas. A rescisão foi feita com respeito e carinho, a questão financeira não foi o principal", frisou.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.