A+ / A-
Varandas Fernandes

Vice-presidente do Benfica critica FC Porto. "Quando se perde, não se pode culpar os outros"

03 jun, 2019 - 12:45 • Redação

Varandas Fernandes lamentou também a tarja que a claque do FC Porto mostrou na última partida do campeonato.
A+ / A-

Varandas Fernandes, vice-presidente do Benfica, criticou a atitude do FC Porto após ter perdido o título de campeão nacional. Em declarações na Conferência Bola Branca, o dirigente encarnado deixou duras críticas ao rival.

"Temos de disciplinar o futebol. O Benfica não se revê nesta agressividade que existe e condenamos no futebol. Nós não olhamos para a casa do vizinho. Os outros clubes também devem seguir o seu próprio caminho e olhar para dentro. Não se preocupem tanto com o Benfica. Quando se ganha tem de haver recato. Quando se perde não se pode culpar os outros", disse.

O dirigente comentou ainda a tarja mostrada pelos adeptos do FC Porto, na última jornada do campeonato, em que surgiam várias figuras da arbitragem, o primeiro-ministro, António Costa, Ana Peres, juiza do caso "E-Toupeira", e César Boaventura, agente, com camisolas do Benfica, intitulados de campeões nacionais.

"Não se pode admitir que apareça uma tarja num estádio com caras de pessoas na política, desporto e cultura só para criticar. É chacota pura, não pode fazer parte do ADN do futebol português, e é o papel de cada clube, porque a culpa não pode morrer solteira", adicionou.

Apesar das críticas, Varandas Fernandes acredita que é possível um clima de diálogo entre os três grandes do futebol português: "Em Portugal ainda vemos o futebol de uma maneira emocional e paixão, mas hoje o futebol é acima de tudo competência, capacidade de organização, organização e acreditar que é possível fazer. Eu acho que é possível juntar todos os clubes à mesa, incluindo os três grandes".

Criticar árbitros é desviar foco

"A atitude que tem havido de crítica à arbitragem é desviar do foco. Em Portugal temos de nos habituar a perder e a ganhar. O português tem a mania de que a culpa não é dele. A culpa morre sempre solteira", prosseguiu.

Varandas Fernandes diz que, quando o Benfica perder, não perderá o respeito pelos adversários, e tentará encontrar a culpa internamente.

"O Benfica será fiel à regra da verdade e do respeito pelos concorrentes. Agora, sofremos vários ataques nos últimos tempos, incluindo violarem-nos a correspondência. O Benfica está disponível para olhar para si e acima de tudo preocupar-se consigo próprio. Temos de ser melhores, mais tempo e mais vezes. Se não formos melhores, a culpa será encontrada internamente. Nós não temos de nos meter na vida dos outros clubes".

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Manuel
    03 jun, 2019 Moura 19:06
    É preciso ter descaramento, então vocês fazem o mesmo por vezes até sem razão, que lata!
  • José Pereira
    03 jun, 2019 18:49
    Quem tem telhados de vidro.... não é preciso ir mais longe, quando perderam com o Porto na taça da liga, qual foi a superior postura deste clube? :-)
  • samypoker samypoker
    03 jun, 2019 porto 18:22
    Quando as pessoas não tem vergonha nenhuma, dizem umas palermices e pronto, pensão que as pessoas são totós para não entender o que se passa no país cheio de corruptos…
  • Pedro Filipe da Guerreiro
    03 jun, 2019 13:47
    Quem tem telhados de vidro.................deveria se manter calado. É por causa disto que o futebol está neste estado.