A+ / A-

Europeias. Manuela Ferreira Leite entra na campanha para denunciar falta de investimento que "está a levar país à desagregação"

21 mai, 2019 - 21:09 • Paula Caeiro Varela, com redação

Antiga líder do PSD alerta para o extremismo de esquerda e considera que considera que Paulo Rangel lidera uma "equipa de luxo" às eleições europeias do próximo domingo.
A+ / A-
Manuela Ferreira Leite denuncia falta de investimento que "está a levar o país à desagregação"
Manuela Ferreira Leite denuncia falta de investimento que "está a levar o país à desagregação"

A ex-líder do PSD, Manuela Ferreira Leite, juntou-se esta terça-feira à campanha do PSD, em Ansião, distrito de Leiria, para um almoço com apenas umas dezenas de militantes. Num discurso breve, deixou elogios à "lista de luxo" do PSD nestas europeias e críticas ao Governo por causa do fraco investimento público, que considera estar a desagregar o país.

Manuela Ferreira Leite começou por declarar-se emocionada por estar de novo entre os seus. Não tem sido frequente, mas confessou que tinha de vir apoiar a lista liderada por Paulo Rangel, que é de “luxo”.

A ex-líder do PSD vê motivos crescentes de preocupação com a Europa, a começar pela saída do Reino Unido, mas também por causa dos extremismos que podem abanar o Parlamento Europeu.

“Quando falo no perigo dos extremismos, não estou só a pensar nos extremismos de direita, estou também a pensar nos extremismos de esquerda. É bom que tenhamos essa consciência para não pensarmos que os extremismos de esquerda podem resolver, de alguma forma, o perigo do extremismo de direito. Isso reforça o perigo, porque os extremismos de esquerda quando são eleitos e vão para o Parlamento Europeu ou para outras instituições não vão lá para construir”, alertou.

Num discurso breve de dez minutos, Manuela Ferreira Leite foi a Ansião, no distrito de Leiria, criticar, na linha do que fez ontem Passos Coelho, a falta de investimento público, que está a deixar o país desagregado.

“O investimento que está a ser feito não chega sequer para repor uma situação anterior, está a levar o país à desagregação. Não vou falar daquilo que está à vista de todos”, rematou Manuela Ferreira Leite.


legislativas 2019 promosite
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.