A+ / A-

Ministério Público abre inquérito a suspeitas de dados falseados no Hospital de Cascais

15 mai, 2019 - 20:49 • Lusa com Redação

Em causa pode estar um esquema para evitar penalizações por incumprimento de tempos de espera e aumentar as receitas que são pagas à parceria público-privada.
A+ / A-

O Ministério Público determinou a abertura de um inquérito para apurar denúncias que apontam para dados falseados no Hospital de Cascais.

"O Ministério Público determinou a abertura de um inquérito que corre termos no Departamento de Investigação e Ação Penal de Sintra", indicou esta quarta-feira a Procuradoria-Geral da República.

A resposta surge na sequência de uma reportagem emitida esta semana pela SIC em que atuais e antigos funcionários denunciam casos de falseamento de dados em ficheiros de doentes e alterações no sistema da triagem na urgência para aumentar as receitas que são pagas à parceria público-privada.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.