A+ / A-

"​Diário do Minho" distinguido com o Prémio D. Manuel Falcão

15 abr, 2019 - 18:38 • Redação

Distinção é atribuída pelo Secretariado Nacional das Comunicações Sociais.
A+ / A-

O Secretariado Nacional das Comunicações Sociais distinguiu esta segunda-feira o "Diário do Minho", da Arquidiocese de Braga, a título honorífico, com o “Prémio de Jornalismo Dom Manuel Falcão”, a entregar por ocasião do próximo Dia Mundial das Comunicações Sociais, que ocorre a 2 de junho deste ano.

A distinção é atribuída pelo Secretariado Nacional das Comunicações Sociais (SNCS), órgão executivo da Comissão Episcopal da Cultura, Bens Culturais e Comunicações Sociais, da Conferência Episcopal Portuguesa, em parceria com o Grupo Renascença Multimédia.

Em carta enviada ao diretor do Diário do Minho, D. Américo Aguiar, diretor do Secretariado Nacional das Comunicações Sociais, felicita jornal pelo centenário.

“Os meus sinceros parabéns pelos 100 anos do Diário do Minho, um projeto informativo que orgulha a sociedade, não só da região do Minho, mas de todo o País e de muitas comunidades da diáspora portuguesa", lê-se na missiva.

"Para a Igreja Católica em Portugal, o Diário do Minho corresponde a um projeto de grande relevância no setor dos media por manter bem vivo o dinamismo editorial e empresarial que permite chegar às bancas, todos os dias, e por fazer do título de um jornal o polo em torno do qual se desenvolvem um conjunto de ideias e dinamismos comunicacionais que fortalecem a marca e dão grande alcance à informação e à opinião que, em cada edição, chega aos seus leitores”, lembrou D. Américo Aguiar.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.