A+ / A-

Morreu a cantora Dina

12 abr, 2019 - 11:44 • Redação

Autora de sucessos como "Amor de Água Fresca" tinha 62 anos. Morreu na unidade de cuidados intensivos do Hospital Pulido Valente.
A+ / A-

A cantora Dina morreu na última noite, aos 62 anos, na unidade de cuidados intensivos do Hospital Pulido Valente. Informação confirmada à Renascença por fonte do hospital.

Dina foi autora de vários sucessos, incluindo "Há sempre música entre nós". Venceu o Festival da Canção em 1992 com a música "Amor D'Água Fresca" e representou Portugal no Festival da Eurovisão nesse ano, ficando no 17º lugar.

Despediu-se dos palcos em 2016, devido a uma fibrose pulmonar, doença que lhe foi diagnosticada em 2006.

Dina é o nome artístico de Ondina Veloso, nascida em Carregal do Sal em 1956.

Fernando Matias, director geral da editora discográfica Ovação, uma das editoras com quem Dina trabalhou, considera que "a sua discografia não sendo vasta, é suficiente para nos mostrar a qualidade artística de uma cantora única, talvez a única 'baladeira' contemporânea portuguesa".

"A Ovação lamenta a partida da Dina que nos deixa um legado e uma lacuna por preencher, mas como ela cantava, haverá sempre música entre nós", remata o comunicado da discográfica.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • 12 abr, 2019 17:43
    HA SEMPRE MUSICA ENTRE NOS!
  • 12 abr, 2019 palmela 13:07
    Amor de agua fresca!