A+ / A-
França

Pais queriam batizar o filho como "Griezmann Mbappé" (mas o registo civil francês recusou)

16 mar, 2019 - 17:01 • Lusa com Redação

O menino chama-se agora Dany Noah.
A+ / A-

Um casal do sudoeste da França, fã de futebol, foi proibido pelo tribunal de dar ao seu filho o nome de "Griezmann Mbappé", em homenagem aos dois jogadores da seleção francesa campeã mundial, confirmou fonte municipal à agência AFP.

Este nome inédito foi rejeitado por um juiz do tribunal de Família em Brive-la-Gaillarde, quase cinco meses após o nascimento da criança, referiu a mesma fonte.

Segundo a rádio local France Bleu Limousin, que revelou a informação, o menino chama-se agora Dany Noah.

Quando os pais foram registar a criança, um conservador do registo civil daquela cidade francesa avisou o procurador do Ministério Público da intenção dos pais de atribuir o nome daqueles dois futebolistas e que isso podia ser contrário aos interesses da criança.

Segundo o jornal La Montagne, os nomes Griezmann Mbappé foram abandonados, mas ficaram registados na conservatória na eventualidade de haver uma decisão judicial contrária ao que ficou decidido.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.