A+ / A-

Júlio Cesar de luto com a tragédia no Flamengo

08 fev, 2019 - 15:39 • Redação

Antigo guarda-redes do Benfica foi formado no "Fla" e terminou a carreira no clube brasileiro, em 2018.
A+ / A-

O antigo guarda-redes brasileiro Júlio César diz estar "de luto" com a tragédia no Flamengo, num incêndio no centro de treinos que vitimou dez pessoas. Contactado pela Renascença, não quis deixar grandes comentários para além de mostrar a sua tristeza pelo sucedido:

"Estamos todos de luto aqui em casa", disse o guardião.

Júlio Cesar, internacional em 87 ocasiões pelo Brasil, representou o Benfica entre 2014 e 2017. Depois de deixar as águias, regressou ao Brasil, para terminar a carreira no Flamengo, em 2018.

Um incêndio no Centro de Treinos Ninho do Urubu, do Flamengo, no Rio de Janeiro, provocou dez mortos e três feridos. O fogo deflagrou durante a madrugada e vitimou seis jovens jogadores da formação do "Fla" e também quatro funcionários.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • 08 fev, 2019 18:26
    Tragedia"e uma palavra muito fraca!