A+ / A-
Taça de Portugal

Luís Castro não entrega favoritismo ao Benfica

14 jan, 2019 - 12:42 • Redação

O treinador do Vitória de Guimarães encara os quartos-de-final da Taça de Portugal como uma final em que não há favoritos.
A+ / A-

O treinador do Vitória de Guimarães, Luís Castro, encara o jogo dos quartos-de-final da Taça de Portugal, frente ao Benfica, como uma final. Essa forma de estar fá-lo acreditar que não há favoritos.

Em conferência de imprensa, esta segunda-feira, Luís Castro admitiu que vai fazer mudanças no onze, no entanto, jogando em casa e sendo o jogo a eliminar, o treinador vitoriano não reconhece favoritismos.

"Num jogo a eliminar, não gosto de aplicar a palavra 'favorito'. Temos de nos atirar ao jogo e perceber que tudo pode acontecer. Só porque são duas equipas que querem o mesmo e ao haver duas equipas que querem a vitória, deixa de haver favoritos", salientou.

Luís Castro garantiu que o Vitória estará "muito empenhado em cumprir o objetivo de seguir para as meias-finais" da Taça, não obstante as ausências. O facto de os minhotos terem conseguido recuperar o quinto lugar, na última jornada do campeonato, deu "muita motivação".

O treinador do Vitória de Guimarães fez uma previsão relativamente ao onze de Bruno Lage, que trouxe "uma dinâmica diferente" ao jogo do Benfica, com Pizzi como grande ausente. "Penso que amanhã o João Félix vai jogar junto ao Seferovic. Penso que vão jogar Cervi e Sálvio, talvez com Fejsa e Gedson. Mas estou a fazer futurologia. Analisamos os adversários, mas eles podem apresentar-se de forma diferente. Eles também nos analisam e nós vamos de certeza apresentar-nos de forma diferente, devido às ausências", assinalou Luís Castro, para quem o Benfica, seja com Jesus, Vitória ou Lage, "será sempre uma equipa forte".

A festa da Taça regressa na terça-feira, às 20h45, no Estádio D. Afonso Henriques. O Vitória de Guimarães-Benfica terá relato, em direto, na Renascença e acompanhamento, ao minuto, em rr.sapo.pt.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.