A+ / A-

Vaticano. Diretor e vice-diretora de comunicação deixam cargos

31 dez, 2018 - 11:27 • Cristina Nascimento

Não são conhecidas as razões para as saídas de Greg Burke e Paloma García Ovejero. Na análise da vaticanista Aura Miguel, esta "é uma decisão surpreendente" e nos corredores do Vaticano "há já quem lhe chame o terramoto de fim de ano na Santa Sé".
A+ / A-

O Papa aceitou a resignação do diretor e vice-diretora de comunicação do Vaticano. O anúncio foi feito através do boletim da sala de imprensa da Santa Sé.

As razões para as saídas de Greg Burke e Paloma García Ovejero não foram reveladas. No texto, anuncia-se que Alessandro Gisotti, até agora coordenador para as redes sociais, assume interinamente a direção da "Sala Stampa".

O próprio Greg Burke fez saber da sua saída através da rede social Twitter.

Na análise da vaticanista Aura Miguel, esta "é uma decisão surpreendente" e nos meios da Santa Sé "há já quem lhe chame o terramoto de fim de ano na Santa Sé".

"Na raiz desta decisão está, sem dúvida, a reforma do chamado Dicastério das Comunicações do Vaticano e a incompatibilidade entre a direcção da Sala de Imprensa, até agora chefiada pelo diretor Greg Burke, pela vice-diretora Paloma Ovejero e restante equipa, que, há poucas semanas, Francisco colocou nesse Dicastério para coordenar toda a comunicação", aponta a jornalista da Renascença.

Aura Miguel nota que "o próprio Greg Burke o deixa entender, através de um tweet, onde se lê 'nesta fase de transição das comunicações do Vaticano, penso ser melhor dar ao Santo Padre a liberdade para constituir uma nova equipa'”.

"Vários analistas referem que, ainda mais surpreendente do que a demissão do americano Greg Burke, ex-correspondente da Fox News, é a demissão da espanhola Paloma Ovejero, ex-correspondente da Cadena Cope, por ser considerada mais aberta e dinâmica."

"Esta demissão conjunta torna ainda mais evidente as tensões em curso com a reforma da Cúria, nomeadamente as incompatibilidades que resultam de certas nomeações realizadas pelo Papa Francisco", remata Aura Miguel.

[notícia atualizada às 13h00, com análise de Aura Miguel]

Depois deste tweet, o jornalista norte-americano recorda que foi para o Vaticano em 2012, considerando que a "experiência foi, no mínimo, fascinante". Aproveita ainda para agradece ao Papa Francisco a quem deixa "um abraço muito forte".

Também Paloma Ovejero usou esta rede social para dizer que chegou ao “fim uma etapa” e deixou um agradecimento ao Papa.

Nesta mensagem a jornalista espanola lembra ainda o seu antigo chefe: “Obrigada pela tua confiança e paciência.”

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • 31 dez, 2018 13:06
    O vaticano bem pode forrar as orelhas!