A+ / A-

​David Attenborough. Alterações climáticas são a “maior ameaça” em “milhares de anos”​

03 dez, 2018 - 23:32

Naturalista britânico deixa aviso à Humanidade na Cimeira sobre o Clima, que decorre na Polónia.
A+ / A-

As alterações climáticas são a “maior ameaça” à Humanidade em “milhares de anos”, alertou esta segunda-feira o naturalista britânico sir David Attenborough.

Se o aquecimento do planeta Terra não for travado, isso significará o colapso de civilizações e a extinção “da maior parte do mundo natural”, declarou na Cimeira sobre o Clima (COP24), organizada pela ONU, que decorre em Katowice, na Polónia.

As gerações mais velhas “estragaram o nosso planeta” e desiludiram os mais jovens, que estão “zangados” com essa herança e querem reverte-la, afirma David Attenborough.

Cimeira do Clima. Guterres alerta que países "saíram da rota" do Acordo de País
Cimeira do Clima. Guterres alerta que países "saíram da rota" do Acordo de País

O investigador, de 92 anos, conhecido pelos seus documentários sobre vida selvagem, traçou um cenário negro sobre o futuro da Terra.

“Neste momento, estamos a assistir a um desastre, em escala global, provocado pelo homem. Ameaças ultrajantes ao longo de anos. Alterações climáticas”, disse ainda Attenborough.

“Dei o meu melhor para contar a verdade como a vejo, mas os jovens sabem que o mundo está a aquecer e a ciência está a comprová-lo de forma clara, e eles sabem que são os responsáveis: sou eu e os meus antepassados”, reconheceu o naturalista britânico.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.