Tempo
|
A+ / A-

Vaticano divulga programa do Papa no Panamá

21 nov, 2018 - 16:28 • Ecclesia

Deslocação de Francisco à América Central totalizará quase 20 mil quilómetros e cerca de 24 horas só em viagens.

A+ / A-

O Vaticano divulgou o programa da participação do Papa Francisco nas próximas Jornadas Mundiais da Juventude, que vão ter lugar entre 22 e 27 de janeiro no Panamá.

De acordo com a Santa Sé, a viagem apostólica internacional de Francisco àquele país da América Central começa no dia 23 de janeiro de manhã, no aeroporto de Fiumicino, em Roma.

O Papa argentino tem partida marcada para as 9h35 locais (menos uma em Lisboa), a bordo de um avião A330 da companhia aérea Alitalia.

A chegada de Francisco ao aeroporto internacional de Tocumen, no Panamá, está prevista para as 16h30 (hora local) depois de quase 13 horas de voo, numa extensão de 9500 quilómetros.

Em solo panamiano, e após o acolhimento por parte das autoridades oficiais e das populações, o Papa começará por recolher-se na Nunciatura Apostólica (representação diplomática) da Santa Sé naquele país, para retemperar forças depois de uma longa viagem.

No dia 24 de janeiro, uma quinta-feira, a partir das 9h45 locais (mais cinco em Portugal), tem lugar a cerimónia oficial de boas vindas, no Palácio das Garças, a residência do Presidente da República do Panamá, Juan Carlos Varela.

Daqui Francisco seguirá para o Palácio Bolívar, a sede do Ministério das Relações Exteriores, para a partir das 10h40 encontrar-se com as demais autoridades nacionais, os membros do corpo diplomático presente no Panamá e com representantes da sociedade civil.

Será também nesta ocasião que o Papa proferirá o seu primeiro discurso em terras panamianas, antes de prosseguir para a igreja de São Francisco de Assis onde, pelas 11h45, estará com todo o episcopado do Panamá e deixará nova intervenção pública, desta vez mais dirigido às comunidades católicas do país.

O programa da visita de Francisco ao Panamá será depois retomado pelas 17h30, com a cerimónia de abertura da 34.ª Jornada Mundial da Juventude, no Campo Santa Maria la Antigua, em Cinta Costera, no litoral do país.

Neste local, onde decorrerão os eventos principais da JMJ 2019, e junto dos jovens, o Papa vai dirigir às pessoas um outro discurso, num momento que servirá também como um acolhimento por parte dos jovens a Francisco.

Na sexta-feira, dia 25 de novembro, a agenda do Papa argentino vai ser marcada de manhã, pelas 10h30, por um momento de oração, uma celebração penitencial, com jovens reclusos do Centro Correcional de Menores Las Garças de Pacora, uma localidade situada a 46 quilómetros da capital, Cidade do Panamá.

Nesse mesmo dia, depois de regressar de helicóptero à Nunciatura Apostólica, Francisco estará a partir das 17h30 no Campo Santa Marta la Antigua, novamente em Cinta Costera, para uma Via-Sacra com os jovens, momento que terminará com uma intervenção a todos os participantes.

Mensagem para a JMJ. Papa pede aos jovens uma “revolução do serviço”
Mensagem para a JMJ. Papa pede aos jovens uma “revolução do serviço”

Para sábado (26 de novembro), estão reservados vários momentos de oração e confraternização, com destaque para a celebração da dedicação do altar da Catedral-Basílica de Santa Maria la Antigua, às 9h15, em conjunto com sacerdotes, consagrados e movimentos leigos, e para um almoço com jovens no Seminário Maior São José, pelas 12h15.

O dia terminará com uma vigília com os jovens no Campo São João Paulo II, em Metro Park, com início previsto para as 18h30, que culminará com uma nova mensagem do Papa.

Quanto ao último dia de Francisco em solo panamiano, domingo, 27 de janeiro, começará às 8h00 com a Eucaristia de encerramento da JMJ 2019, na mesma em Metro Park.

Pelas 10h45, o Papa argentino fará uma visita à Casa Lar do Bom Samaritano, com direito a uma nova intervenção, e às 16h30 será a vez de ir ao encontro dos voluntários que prestam apoio à JMJ, no Estádio Rommel Fernández, momento que marcará também a última intervenção pública de Francisco antes do regresso a Roma.

A viagem de regresso do Papa ao Vaticano está marcada para as 18h15 – antecedida por uma breve cerimónia de despedida – a partir do aeroporto internacional do Panamá.

Segundo as previsões da Santa Sé, o avião B787 da companhia aérea Avianca deverá tocar o solo romano, no aeroporto Ciampino, pelas 11h50 (menos uma em Lisboa) de segunda-feira, dia 28 de janeiro.

Esta será a terceira jornada mundial da juventude presidida pelo Papa Francisco, depois de Rio de Janeiro, em 2013, e Cracóvia em 2016.

As JMJ nasceram por iniciativa de João Paulo II, após o sucesso do encontro promovido em 1985, em Roma, no Ano Internacional da Juventude, e têm-se afirmado como um grande acontecimento religioso e cultural para jovens de todo o mundo.

A edição no Panamá marcará também a primeira concretização do evento em território da América Central.

Recorde-se que o Papa inscreveu-se para a JMJ do Panamá a 11 de fevereiro deste ano, com a ajuda de um tablet, num gesto acompanhado por dois jovens, na janela do apartamento pontifício do Vaticano.

Nessa ocasião Francisco convidou os jovens do mundo a “viver com fé e entusiasmo” este acontecimento de “graça e fraternidade”, tanto no Panamá como nas suas próprias comunidades.

Um outro motivo de interesse relativo a esta edição da JMJ será a presença no Panamá da imagem original da Virgem Peregrina de Fátima, resultante de um pedido do arcebispo do Panamá, José Domingo Ulloa Mendieta.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+