A+ / A-

Juíza de 85 anos do Supremo Tribunal dos EUA está hospitalizada

08 nov, 2018 - 15:41

Se Ruth Bader Ginsburg ficar incapacitada de continuar a trabalhar, o Presidente Donald Trump tem a oportunidade de nomear mais um juiz da ala conservadora para o Supremo.
A+ / A-

Ruth Bader Ginsburg, juíza do Supremo Tribunal dos Estados Unidos, de 85 anos, foi hospitalizada esta quinta-feira na sequência de uma queda.

A magistrada caiu no seu escritório, na noite, e fraturou três costelas, avança uma porta-voz do tribunal, Kathy Arberg.

Ruth Bader Ginsburg ainda foi para casa, mas as dores aumentaram e acabou por ser internada no hospital universitário George Washington.

Os exames detetaram fraturas em três costelas do lado esquerdo e foi admitida para observação e tratamento.

Ginsburg, que foi nomeada em 1993, é a mais velha dos nove juízes do Supremo Tribunal e um dos quatro liberais.

Com a recente escolha de Brett Kavanaugh pelo Presidente norte-americano, Donald Trump, os conversadores estão em maioria no tribunal.

Se Ginsburg ficar incapacitada de continuar a trabalhar, Trump tem a oportunidade de nomear mais um juiz da ala conservadora para o Supremo.

Durante a anterior administração, Ginsburg chegou a ser pressionada a resignar ao cargo devido à idade avançada, para que o democrata Barack Obama pudesse escolher um juiz.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.