A+ / A-
Benfica

Rui Vitória: "Se dissesse o que me vai na alma sobre o árbitro, tínhamos muito por onde pegar"

27 set, 2018 - 23:32

Treinador do Benfica garante que ficará atento a entradas como a que valeu o vermelho direto a Conti e que, acredita, afetou o desenrolar do jogo com o Chaves, que acabou em empate (2-2).
A+ / A-

Rui Vitória disparou forte contra João Capela, o árbitro do Chaves 2-2 Benfica. Conti foi expulso aos 87 minutos e, nos descontos, os transmontanos empataram a partida. O treinador do Benfica estabeleceu uma relação de causa-efeito entre os dois acontecimentos.

Instado a analisar o empate que pode tirar a liderança ao Benfica, em declarações à Sport TV, Rui Vitória respondeu de forma irónica:

"Por onde vamos começar, pelo minuto 87? Depois de termos feito o 2-1, depois de este jogo quase não se realizar porque o terreno estava quase impraticável, desequilibrar um jogo numa ação perfeitamente aceitável acaba obviamente por condicionar todo o desenrolar do jogo".

"A ganharmos 2-1, o jogo não pode ser desequilibrado desta maneira. Mas não me quero alongar mais, porque quero estar no jogo com o Porto [na próxima jornada]. Se dissesse tudo aquilo que me vai na alma sobre este árbitro, tínhamos muito por onde pegar", atirou o técnico.

Vitória sublinhou que ficará "atento a tudo o que sejam entradas desta natureza, quer por este árbitro quer pelos outros". E deixou um vaticínio: "De certeza que vamos ter jogos a acabar com dez jogadores muitas vezes, porque quem tem esta forma de apitar só pode ser".

Crença na superação das adversidades

Sobre o jogo, Rui Vitória admitiu que o primeiro tempo "foi dividido", contudo salientou que a segunda parte foi dominada pelo Benfica. "O Chaves acaba por fazer [golo em] duas bolas à nossa baliza", assinalou.

Quanto à possível perda da liderança e a possibilidade de encarar o clássico em desvantagem pontual, o treinador encarnado prometeu que a sua equipa dará luta. "Logo pela chuvada e pela instabilidade do joga não joga não era o enquadramento que queríamos. Depois tivemos as duas lesões, mais um central castigado. São acontecimentos que acabam por condicionar. Mas nós temos enorme fibra. Temos jogadores em qualidade e quantidade e vamos dar resposta", assegurou Rui Vitória.

O Benfica joga na terça-feira diante do AEK, na Grécia, para a Liga dos Campeões. No domingo, defronta o FC Porto, no Estádio da Luz.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Americo
    28 set, 2018 Leiria 09:13
    Desta vez não houve C(h)apelda(da) ? Pois é Sr. Rui Vitória, "acostume-se". Não calha só aos outros.
  • FM.
    28 set, 2018 GAIA 09:11
    SE DISSESSE O QUE ME VAI NA ALMA,TINHA QUE DIZER QUE O SNR.JOÃO CAPELA NÃO ASSINALOU UM PENALTI A FAVOR DO D. DE CHAVES,O QUE DARIA A DERROTA PROVÁVELMENTE AO BENFICA.ESPERO QUE O SNR.RUI VITÓRIA APRENDA A SER COERENTE.RESULTADO JUSTO.JÁ ESTÁ A QUERER PRESSIONAR O ÁRBITRO PARA O JOGO BENFICA-PORTO.SÓ FALTA VIR A TERREIRO O SEU PRESIDENTE FALAR EM VERDADE DESPORTIVA.É SORRIR...