A+ / A-
Sporting

Madeira Rodrigues: "Semente do mal instalada por Bruno de Carvalho continua bem presente"

17 set, 2018 - 12:45

O ex-candidato à presidência do Sporting salienta que muitos problemas ainda chegarão. Madeira Rodrigues acredita que é irrealista pedir o título de campeão já esta temporada.
A+ / A-

Pedro Madeira Rodrigues, ex-candidato à presidência do Sporting, acredita que o impacto de Bruno de Carvalho no clube ainda não se dissipou.

Em entrevista a Bola Branca, Madeira Rodrigues salienta que "a semente do mal instalada por Bruno de Carvalho continua bem presente” no Sporting, apesar de o presidente ser agora Frederico Varandas.

"Foram cinco anos em que foi deixada uma semente que é complicada de eliminar", sublinha, acrescentando que "há gente que não quer o bem desta nova era do Sporting", pelo que "é preciso que todos os bem intencionados" no clube de Alvalade ajudem Frederico Varandas.

No domingo, Varandas convidou os outros candidatos às eleições do Sporting para assistir na tribuna ao jogo com o Marítimo. Faltaram à chamada José Maria Ricicardi e Dias Ferreira. Marcaram presença João Benedito, Fernando Tavares Pereira, Rui Jorge Rego e Pedro Madeira Rodrigues, que desistiu para Ricciardi a dois dias do ato eleitoral.

Madeira Rodrigues classifica de "simpática" a iniciativa de Varandas, porque "foi uma boa forma" de iniciar a nova era do emblema leonino.

Muitos problemas ainda por chegar

Quanto à prestação da equipa de futebol, Pedro Madeira Rodrigues elogia o trabalho de Sousa Cintra e José Peseiro mas deixa o alerta: "A época vai ser muito complicada".

Madeira Rodrigues sublinha que não se pode colocar na equipa uma pressão exagerada, entendendo que "será difícil o Sporting ser campeão nesta temporada".

Quanto à situação financeira do Sporting, Pedro Madeira Rodrigues compreende que Frederico Varandas diga que não está assustado com a situação financeira, mas avisa que "os próximos tempos serão complicados". Ainda assim, está confiante que a equipa do novo presidente irá "resolver os problemas" que estão ainda para chegar.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Manuel
    17 set, 2018 Moura 13:32
    Não se deve falar mais no nome desse individuo !