Tempo
|
A+ / A-

Governo espanhol muda lei para retirar corpo de Franco do Vale dos Caídos

21 ago, 2018 - 16:09

A decisão é contestada pela família de Franco e pela extrema-direita, mas o primeiro-ministro vai defender-se de um eventual processo judicial elaborando uma lei que lhe dá cobertura.

A+ / A-

O Governo espanhol vai alterar a lei da memória histórica para retirar os restos mortais do ditador Francisco Franco do Vale dos Caídos, nos arredores de Madrid.

O executivo liderado pelo socialista Pedro Sanchez vai para a frente com a exumação dos restos mortais do ditador.

A decisão é contestada pela família de Franco e pela extrema-direita, mas o primeiro-ministro vai defender-se de um eventual processo judicial elaborando uma lei que lhe dá cobertura.

De acordo com o jornal “El Pais”, a alteração da lei da memória histórica deverá ser aprovada, por decreto, na sexta-feira.

O Governo espanhol acredita que a medida não vai ser contestada no Parlamento, nomeadamente pelo Partido Popular (PP).

O general Franco está sepultado desde novembro de 1975 no Vale dos Caídos, um memorial aos combatentes mortos durante a Guerra Civil Espanhola que é a morada final de 30 mil vítimas do conflito.

No Vale dos Caídos há uma basílica e a Igreja Católica terá de dar a sua aprovação. Mas arcebispo de Madrid terá garantido a Pedro Sanchez que, da sua parte, não haverá oposição.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • João Rêgo
    22 ago, 2018 Setubal 09:27
    Figuras menores que nunca tiveram coragem para o atingir em vida . A História julgará.
  • Anónimo
    21 ago, 2018 18:58
    Deixar os mortos em paz? Por mim ressuscitava-se o Franco só para lhe fazer o que ele fez aos republicanos espanhóis! Ditadores não merecem nem um segundo de paz!
  • fanã
    21 ago, 2018 aveiro 18:34
    Um Ditador assassino, não merece qualquer homenagem e muito menos repousar junto aos resistentes mortos lutando contra o fascismo!!!!
  • Anónimo
    21 ago, 2018 17:47
    E que coloquem os restos mortais de Franco numa vala comum sem dizer à família o paradeiro dos mesmos! É que foi isso o que os franquistas fizeram com os mortos republicanos da guerra civil.
  • Piedade
    21 ago, 2018 Almada 17:37
    Goste-se ou não da criatura, Franco faz parte da história de Espanha, como tal, deve ser respeitado. Tirá-lo do Vale dos Caídos não vai mudar a História, portanto, deixem os mortos em paz.
  • António Costa
    21 ago, 2018 Cacém 16:54
    A guerra civil que devastou a Espanha foi terrível. A antecâmara da ll Guerra Mundial .... para quê voltar a "abrir os cemitérios" ?
  • andré
    21 ago, 2018 portugal 16:45
    Franco foi um ditador! Mas qual era a alternativa na altura? Hoje sabemos que os que o combateram na guerra de espanha eram tão maus como ele. Mudar Franco não muda nada. Deviam realizar um referendo.

Destaques V+