A+ / A-

Três milhões de euros para ajudar cristãos na Síria

16 jul, 2018 - 18:16

Fundação Ajuda à Igreja que Sofre aprovou fundos para 40 projetos na Síria, com destaque para a reconstrução de lugares de culto destruídos e iniciativas ligadas à infância.
A+ / A-

A fundação Ajuda à Igreja que Sofre aprovou recentemente 40 projetos para ajudar os cristãos na Síria, aliviando a pobreza, contribuindo para a reconstrução e tentando estancar o êxodo do país.

Numa nota enviada à Renascença a fundação diz que o valor global dos projetos ronda os três milhões de euros.

O objetivo é “aliviar a grave situação em que o povo sírio se encontra não só pelas consequências diretas da devastação causada pela guerra, que já entrou no oitavo ano, como, também, por causa das sanções económicas impostas ao país, nomeadamente o embargo de produtos petrolíferos”, lê-se.

As crianças são um dos setores da população que mais beneficiará do apoio da fundação católica, que está ativa no Médio Oriente, e na Síria em particular, há muitos anos.

Alguns dos projetos visam a criação de bolsas de estudo para membros de famílias que deixaram de ter meios para financiar a educação dos seus filhos, tanto a nível básico como universitário. Só nos próximos meses são cerca de 1.750 os alunos que terão este apoio, em Homs e em Damasco. “Além desta ajuda direta, a AIS compromete-se a apoiar também a escolarização de crianças de cerca de 300 famílias particularmente carenciadas na região de Damasco e também irá apoiar crianças doentes e órfãs”, escreve ainda a organização.

Mas as ajudas não existem só para a área da educação. A campanha “Deixe-me viver a minha infância” trabalha diretamente com crianças e jovens traumatizadas pela guerra e entre outros fornece brinquedos, roupas e livros.

Outra necessidade que será suprida, em parte, pela Ajuda à Igreja que Sofre é a reconstrução dos muitos locais de culto que foram destruídos pela guerra. São cerca de 500 mil euros que servem para recuperar locais como a catedral maronita e a catedral síro-católica em Alepo.

A Ajuda à Igreja que Sofre é uma fundação católica, internacional, que está representada em vários países do mundo, incluindo Portugal.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.