Emissão Renascença | Ouvir Online

Espanha recusa abdicar de controlos de fronteira em Gibraltar

12 ago, 2013

Reino Unido pondera avançar com acções legais contra Madrid num “gesto sem precedentes” entre dois países aliados.

Espanha finca o pé e garante que não vai abdicar do reforço nos controlos fronteiriços de entrada e saída de Gibraltar.

O aviso surge depois de o Reino Unido ter afirmado que está a ponderar avançar com acções legais contra Madrid porque não foram aliviados os controlos como foi pedido pelos britânicos. Um gesto, de acordo com o primeiro-ministro David Cameron, “sem precedentes” entre dois países aliados.

Este fim-de-semana, o reforço dos controlos efectuados pelas autoridades espanholas levou a extensas filas nos acessos a Gibraltar.

A acrescentar ao mal-estar entre as duas partes está ainda a participação da marinha britânica num exercício no Golfo Pérsico, em que a frota do Reino Unido vai passar próximo do “Rochedo”.
  
Um dos navios, o “HMS Bulwark”, uma embarcação de ataque anfíbio e que comanda a frota, vai atracar em Lisboa antes do final do mês. 

O conflito em torno do “Rochedo” é antigo, tal como o diferendo entre os dois países. O território de Gibraltar, que tem uma população de 30 mil e vive do turismo, da indústria do jogo e de operações bancárias “offshore”, é ponto de tensão entre os dois países há 300 anos, desde que Espanha o cedeu à Grã-Bretanha no Tratado de Utrecht.