Pasta Colgate Total pode conter substância cancerígena

13 ago, 2014

Relatório de regulador norte-americano do medicamento coloca em causa várias características do dentífrico.

A pasta de dentes Colgate Total contém uma substância que pode ser cancerígena. O Triclosan aumenta risco de cancro, segundo testes em animais.

O alerta foi dado pela agência de notícias Bloomberg News após ter tido acesso a um relatório do regulador norte-americano em que são postas em causa várias características do dentífrico.

Segundo o site da FDA - Agência Federal de Medicamentos e Alimentação não são conhecidos efeitos negativos para o ser humano. No entanto, estudos recentes feitos em animais também revelam alterações hormonais atribuídas ao Triclosan e ainda um aumento da resistência das bactérias aos antibióticos. Perante estes dados, a autoridade promete rever a posição sobre o Triclosan, mas, para já, não tem elementos que a levem a recomendar a não utilização de produtos com aquela substância.

A marca não terá dado importância aos testes feitos em animais. A Colgate já reagiu, afirmando que o produto é seguro, pois passou por testes rigorosos antes de ser comercializado. Garantiu mesmo que a eficácia e a segurança do produto são asseguradas por mais de 80 estudos clínicos, que envolveram 19 mil pessoas.

De acordo com a Bloomberg, os reguladores norte-americanos estão a rever os perigos do triclosan, por se tratar de um produto químico doméstico usado para reduzir a contaminação de bactérias. A substância é utilizada em sabonetes, brinquedos e até tábuas de cortar alimentos.

A Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde deve reagir durante esta quarta-feira. O Infarmed aguarda ainda por repostas por parte da congénere norte-americana, FDA - Agência Federal de Medicamentos e Alimentação.


[notícia actualizada às 12h20]