Tempo
|

Scalabrinianos escolhem português para vigário-geral

20 dez, 2012 • Domingos Pinto

Capítulo geral da ordem missionária de São Carlos decorreu em Torres Vedras e escolheu ainda um italiano para superior-geral.  

O número dois dos missionários de São Carlos, uma congregação religiosa especializada nas migrações, é português.

O padre Alfredo José Gonçalves é natural da Madeira e foi eleito num capítulo geral que teve lugar em Torres Vedras, onde foi também escolhido o novo superior geral o padre italiano Alessandro Gazzola.

O capítulo geral lançou duras críticas às políticas de imigração, que considerou economicistas e discriminatórias, que até vão ao ponto de confundirem os imigrantes com a máfia e com o terrorismo, como explica o padre Alfredo Gonçalves à Renascença.

O padre Alfredo é apenas um dos três portugueses que integram os cerca de setecentos religiosos que os missionários de São Carlos têm espalhados pelo mundo.

A ordem de São Carlos foi fundada pelo padre João Batista Scalabrini, daí que os missionários sejam conhecidos como Scalabrinianos.