Emissão Renascença | Ouvir Online

Bento XVI abre caminho para beatificação de Paulo VI

20 dez, 2012 • Ecclesia

Decreto reconhece “virtudes heróicas” de Giovanni Battista Montini (1897-1978), primeiro Papa a visitar Portugal.  

Bento XVI abre caminho para beatificação de Paulo VI
Bento XVI aprovou hoje a publicação do decreto que reconhece as ‘virtudes heróicas’ de Giovanni Battista Montini (1897-1978), Paulo VI, eleito Papa em Junho de 1963 e o primeiro a visitar Portugal, em maio de 1967.

Esta é uma etapa do processo que leva à proclamação de um fiel católico como beato, e permite que, após o reconhecimento de um milagre atribuído à intercessão do Papa italiano, tenha lugar a sua beatificação, penúltima etapa para a declaração da santidade.

Entre os nove Papas que a Igreja Católica teve no século XX há, neste momento, um santo (Pio X) e dois beatos (João XXIII e João Paulo II).

Bento XVI autorizou ainda a promulgação, por parte da Congregação para as Causas dos Santos (CCS), dos decretos que reconhecem milagres atribuídos a três futuros santos e cinco novos beatos.

A CCS publicou também os decretos relativos ao martírio de 35 católicos, a maior parte dos quais assassinados entre 1936 e 1938, durante a Guerra Civil Espanhola.

Outros nove católicos foram declarados “veneráveis”, tal como aconteceu com Paulo VI.

A canonização, acto reservado ao Papa desde o século XIII, é a confirmação, por parte da Igreja Católica, que um fiel católico é digno de culto público universal e de ser apresentado aos fiéis como intercessor e modelo de santidade.

Nos primeiros séculos da Igreja, o reconhecimento da santidade acontecia em âmbito local, a partir da fama popular do santo e com a aprovação dos bispos.