Tempo
|

Sírio eleito novo Patriarca Ortodoxo de Antioquia

18 dez, 2012 • Filipe d’Avillez

João X tem uma substancial experiência internacional, tendo sido responsável pelo cuidado pastoral dos ortodoxos antioquenos na diáspora na Europa desde 1998.  

A Igreja Greco-Ortodoxa de Antioquia elegeu ontem um novo líder, depois de ter perdido o seu Patriarca no início de Dezembro.

Com sede em Damasco e um grande número de fiéis no Médio Oriente, esta Igreja Ortodoxa, em comunhão com as igrejas ortodoxas bizantinas, escolheu novamente um sírio para assumir o cargo de Patriarca.

O eleito é João Yazigi que assume agora o nome João X de Antioquia e todo o Oriente.

João X tem 57 anos e torna-se Patriarca numa altura muito complicada para a sua Igreja, devido ao conflito na Síria. A maioria dos cristãos sírios pertencem à Igreja Greco-Ortodoxa e tradicionalmente é próxima do regime de Assad, embora essa tendência possa estar a inverter-se com o aumento da violência do Governo.

João X tem uma substancial experiência internacional, tendo sido responsável pelo cuidado pastoral dos ortodoxos antioquenos na diáspora no centro e ocidente da Europa desde 1998 até ao momento da sua eleição. Nessa qualidade esteve bastante envolvido no diálogo ecuménico.

A sua eleição causou alguma surpresa uma vez que as regras internas da Igreja estipulam que os candidatos a Patriarca devem ter pertencido ao Santo Sínodo durante pelo menos cinco anos, mas João X fazia parte dessa estrutura há pouco menos do que esse tempo.