Tempo
|

Só na Bósnia nascem menos bebés que em Portugal

14 nov, 2012 • Aura Miguel

Taxa de fertilidade dos países pobres ronda os cinco filhos por mulher. Nos países mais desenvolvidos é de 1,7. 

Portugal tem uma das taxas de fertilidade mais baixas do mundo, de acordo com um relatório das Nações Unidas divulgado esta quarta-feira. A taxa de fertilidade por mulher em Portugal é de 1,3 e, segundo as projecções da ONU, não deve aumentar até 2015. Só a Bósnia e Herzegovina tem uma taxa mais baixa, com 1,1.

Neste momento, há 10,7 milhões de portugueses. A esperança de vida é de 77 anos para os homens e de 83 anos para as mulheres. Até 2015, o número de portugueses não deve aumentar.

A nível mundial, a taxa de fertilidade dos países pobres ronda os cinco filhos por mulher. Nos países mais desenvolvidos é de 1,7.

O relatório da ONU mostra Portugal como "bom aluno" quanto aos objectivos definidos pela estratégia mundial de controlo de população. Os níveis de mortalidade materno-infantil são baixos, tal como a taxa de mães adolescentes. As escolas incluem programas de educação sexual e 87% das mulheres portuguesas recorrem a contraceptivos.

A grande meta do Fundo das Nações Unidas para o Desenvolvimento até 2015 é fazer chegar contraceptivos modernos a toda a população mundial, mesmo às mulheres que não sintam necessidade, incluindo nos campos de refugiado.

O programa envolve um total de custos que ronda os 8,1 mil milhões de dólares. Até agora, a ONU já gastou quatro mil milhões e prevê para breve usar os 4,1 mil milhões que ainda faltam gastar.