Tempo
|

Venezuela quer "apaziguar" tensas relações com a Igreja Católica

11 jul, 2012

Vice-presidente da Venezuela diz que o Governo quer restabelecer “um clima de respeito institucional e respeito político” com a Igreja.

Venezuela quer "apaziguar" tensas relações com a Igreja Católica
Membros do Governo de Hugo Chávez reuniram-se na terça-feira com representantes da Conferência Episcopal Venezuelana (CEV) na primeira aproximação para “apaziguar” as tensas relações dos últimos anos entre o Executivo e a Igreja Católica.

“Queremos restabelecer um clima de respeito institucional e respeito político entre ambas instituições. A maioria dos [membros do Governo] do presidente Chávez são membros da comunidade católica”, disse o vice-presidente da Venezuela, Elías Jaúa, no final do encontro com os representantes da Igreja Católica venezuelana.

O encontro teve lugar na sede da CEV, em Montalbán (oeste de Caracas), e nele participaram também o ministro venezuelano do Interior e Justiça, Tareck El Aissami, a ministra da Juventude, Mary Pili Hernández, o presidente da Conferência Episcopal, Diego Padrón, e vários bispos católicos.