Tempo
|

Quinzena pela Liberdade começa nos EUA

21 jun, 2012

Católicos americanos sentem a sua liberdade religiosa ameaçada e querem despertar atenção para os problemas que enfrentam.

Quinzena pela Liberdade começa nos EUA
Começa esta noite nos Estados Unidos uma Quinzena pela Liberdade, promovida pela Igreja Católica.

A medida visa chamar atenção para as ameaças à liberdade religiosa que existem nos Estados Unidos nesta altura.

Os bispos católicos, juntamente com uma ampla coligação de outras comunidades cristãs e até de outras religiões, contestam um decreto da presidência que obrigará instituições católicas como hospitais, escolas e universidades, a fornecer seguros de saúde aos seus funcionários que incluam serviços contraceptivos e abortivos.

As datas não foram escolhidas ao acaso. Amanhã, o primeiro dia completo da quinzena, é o dia em que a Igreja recorda São Tomás Moro, o mártir inglês que foi executado por Henrique VIII por se ter recusado a abandonar a fé católica e que é padroeiro dos políticos.

Já o último dia calha a 4 de Julho, data da independência dos Estados Unidos, cuja primeira emenda à Constituição é precisamente a garantia da liberdade religiosa.

Durante a quinzena há centenas de actividades planeadas em vários pontos do país, desde vigílias a comícios.