Tempo
|

Gregos e arménios "à pancada" na Igreja da Natividade

28 dez, 2011

Uma das igrejas mais importantes da Terra Santa voltou a ser palco de violência entre… padres e monges.

Gregos e arménios "à pancada" na Igreja da Natividade
Gregos e arménios "à pancada" na Igreja da Natividade
A igreja, situada em Belém, está dividida entre gregos, arménios e católicos, estes últimos representados pelos franciscanos. A custódia partilhada do edifício traz frequentemente problemas, sobretudo quando um dos grupos sente que o seu espaço está a ser invadido pelo outro. Os principais problemas costumam passar-se entre gregos e arménios, não havendo registos recentes de conflitos envolvendo os franciscanos.
Monges e padres das igrejas Grega Ortodoxa e Arménia Apostólica envolveram-se ontem em cenas de pancadaria na Igreja da Natividade, em Belém, na Terra Santa.

A disputa surgiu durante as limpezas da igreja, que, ao abrigo de um acordo que data do Império Otomano, está dividida entre gregos, arménios e católicos, estes últimos representados pelos franciscanos.

A custódia partilhada da igreja, que acontece também na Igreja do Santo Sepulcro, mas entre ainda mais confissões, traz frequentemente problemas sobretudo quando um dos grupos sente que o seu espaço está a ser invadido pelo outro.

Os principais problemas costumam passar-se entre gregos e arménios, não havendo registos recentes de conflitos envolvendo os franciscanos.

As cenas de violência de ontem foram rapidamente controladas pela polícia palestiniana. O tenente-coronel Khaled al-Tamimi afirmou depois aos jornalistas que “foi um problema trivial - acontece todos os anos”. Explicando ainda que tudo estava agora normalizado, o responsável disse que não foram feitas detenções uma vez que “todos os envolvidos eram homens de Deus”.

A Igreja Ortodoxa Grega e a Igreja Arménia Ortodoxa Apostólica não se encontram em comunhão. Os primeiros pertencem à comunhão de igrejas ortodoxas do leste da Europa, incluindo a Igreja Russa. Enquanto os arménios pertencem à comunhão de igrejas ortodoxas pré-calcedónias, que se separaram da Igreja Universal no Século V e incluem a Igreja Copta, a Igreja Etíope e algumas igrejas da Índia e do Médio Oriente.