Tempo
|

Portalegre – Castelo Branco

Cáritas apoia famílias com manuais escolares

15 dez, 2011 • Rosário Silva

Presidente da Cáritas diocesana pede ao ministério que aumente a duração dos manuais, para ajudar as famílias com mais de um filho.

A Caritas Diocesana de Portalegre - Castelo Branco vai arrancar em 2012 com um novo projecto solidário na área da educação. Depois de uma campanha de recolha de manuais escolares que superou as expectativas, a instituição decidiu avançar com um novo serviço de apoio às famílias carenciadas com crianças e jovens em idade escolar.

Os preparativos estão em curso e a iniciativa envolve vários parceiros. O novo espaço deverá estar totalmente organizado no inicio do novo ano.

Para que isso seja possível é necessário agora arrumar perto de uma tonelada de livros escolares. Foram recolhidos nos distritos de Portalegre e Castelo Branco com a preciosa ajuda da VALNOR, a empresa que gere e trata os resíduos sólidos urbanos da região.

A Caritas aposta na reutilização de materiais já usados mas em bom estado de conservação, em mais um projecto que visa suprir as dificuldades de muitas famílias. Por agora é necessário organizar tudo para que o serviço esteja a funcionar em pleno, em 2012, diz o presidente da Caritas, Elicídio Bilé: “Já temos o espaço, estamos a fazer agora as estantes para colocar e organizar os livros por anos e disciplinas e a partir daí começa de imediato a ser utilizado”.

A Caritas faz um apelo em tempo de crise, e este é dirigido ao Ministério da Educação …
Que os manuais escolares possam ter uma duração maior, que permitam às famílias passá-los entre os irmãos e para que possamos usar bem este serviço. Temos a expectativa que o Ministério de Educação inverta essa forma de proceder e que o serviço possa ser muito útil às famílias, que estão a passar uma crise muito grande”.

Elicídio Bilé, o presidente da Caritas Diocesana de Portalegre – Castelo Branco, instituição que arranca com um novo projecto solidário, agora na área da educação.