Tempo
|

Manuel Godinho em tribunal por causa de 20 euros

21 jun, 2012

Arguido do caso “Face Oculta” foi notificado pelo Tribunal por ter tentado aliciar um segurança em Setembro de 2008.

Manuel Godinho em tribunal por causa de 20 euros

O tribunal de Aveiro decidiu notificar Manuel Godinho, arguido do caso “Face Oculta”, para comparecer no próximo dia 28 de Junho.

Nesse dia vai ser ouvido um vigilante a quem o sucateiro de Ovar ter tentado entregar 20 euros para que este fechasse os olhos  a camiões que levavam menos cargo do que o declarado, prejudicando a REN.

O processo "Face Oculta" julga o alegado favorecimento do grupo empresarial do sucateiro nos negócios com empresas do sector empresarial do Estado, mas as presenças de Godinho no julgamento têm sido escassas.

Na audiência desta quarta-feira depôs o actual presidente da eléctrica. Sem implicar o seu antecessor no cargo, José Penedos, Rui Cartaxo afirmou que os problemas com empreitadas de resíduos envolvendo Manuel Godinho andavam abaixo do radar da administração até rebentar o caso.

“Em vez de se estar aqui a julgar os factos da acusação está a fazer-se uma auditoria à REN. Nós estamos aqui para provar factos de corrupção, como não há provas desses factos está-se a falar de outras coisas para criar cenários, mas não é isso que está aqui em causa”, disse Rui Patrício, advogado de José Penedos.

O julgamento continua esta quinta-feira com mais testemunhas relacionadas com a REN.