“Precários Inflexíveis” denunciam erros nos descontos

05 dez, 2011

Segurança Social é acusada de não estar a cumprir a lei, penalizando ainda mais os trabalhadores.

“Precários Inflexíveis” denunciam erros nos descontos

A Segurança Social está a colocar os trabalhadores com recibos verdes em escalões mais altos do que os devidos, em função dos rendimentos, denuncia o Movimento “Precários Inflexíveis”.

Tiago Gillot, do movimento, considera que a Segurança Social não está a cumprir a lei e penaliza ainda mais os trabalhadores. “Na situação que nós temos conhecimento que é mais comum, a diferença entre ser colocado no primeiro ou no segundo escalão de contribuições resulta num agravamento da contribuição em mais 60 euros mensais, o que representa, num período de um ano de 12 meses, mais de 700 euros”.

O movimento exige, por isso, a intervenção do ministro da Solidariedade e Segurança  Social, Mota Soares, dando instruções aos serviços para que corrijam o erro cometido.

Por outro lado, aos trabalhadores a recibos verdes, os movimentos recomendam atenção e que exijam aos serviços da Segurança Social a reposição da legalidade, colocando-os no respectivo escalão de rendimentos.