Tempo
|

Ranking Bloom Consulting

Lisboa é a preferida para morar, visitar e investir

10 fev, 2014 • Sandra Afonso

Braga surge na terceira posição como uma das cidades preferidas dos investidores estrangeiros. O Algarve e a Madeira conquistam posições com o turismo e o centro é o preferido para morar. Na cauda deste ranking estão os Açores e o Alentejo.

Lisboa é a preferida para morar, visitar e investir
Lisboa é a preferida para morar, visitar e investir
Lisboa é a cidade portuguesa preferida dos turistas, investidores e residentes. É a conclusão do primeiro ranking da marca cidade, feito pela Bloom Consulting, que analisa os 308 municípios portugueses.

O Porto lidera a região norte, que coloca no topo da lista mais seis municípios, entre eles Braga e o “cluster” ou rede de cidades composta por Guimarães, Viana do Castelo, Maia e Matosinhos.

A Madeira demarca-se do Algarve ao apresentar o Funchal como a segunda melhor cidade do país para visitar.

No entanto, a região algarvia coloca cinco municípios no top 10, na categoria turismo: Faro é o mais bem posicionado, na combinação viver, visitar e investir. Albufeira lidera nas estadias.

No que diz respeito ao investimento, Braga surge em terceiro lugar e Oeiras em quarto, como as cidades preferidas dos investidores, logo atrás de Lisboa e Porto, explica Filipe Roquette, director geral da Bloom Consulting em Portugal, a consultora responsável por este ranking.

O estudo mede a eficácia dos 308 municípios portugueses em três vertentes: atracção de investidores, turistas e residentes. Trata-se de uma análise que tem por base dados reais e não estudos de opinião.

A consultora chega assim à marca país ou região, que representa um activo, que pode mudar de ano para ano. Informação para todo o tipo de públicos, desde governo a empresas, passando por académicos e profissionais. Este foi apenas o primeiro ranking dos 308 municípios, Filipe Roquette garante que haverá mais.

Este estudo avalia o impacto das estratégias políticas, de urbanismo e de promoção de cada município e identifica ainda as potencialidades e fragilidades de cada um. Cabe agora aos municípios usarem da melhor forma esta informação para melhorarem as respectivas posições.

Bloom Consulting analisa anualmente 220 países e lança agora em Portugal aquele que diz ser o ranking mais completo e detalhado já feito no país, com todos os 308 municípios.