Tempo
|

A reaparição de José Maria Ricciardi

05 out, 2014 • João Carlos Malta

Ainda não tinha estado presente em eventos públicos desde que o Grupo Espírito Santo se desmembrou. Este domingo fala a empresários sobre “financiamento para o futuro”.

A reaparição de José Maria Ricciardi

O presidente do BESI e membro da família Espírito Santo, José Maria Ricciardi, fez este sábado a sua primeira aparição pública desde que o escândalo do BES rebentou. E logo para um jantar na mesma mesa do primeiro-ministro, Passos Coelho, com quem chegou a ser apanhado em escutas telefónicas durante as privatizações da REN e da EDP. Ocorreu em Vilamoura, no Fórum Empresarial do Algarve. O banqueiro não falou aos jornalistas, mas este domingo falará a uma plateia de empresários.

O homem que em Novembro do ano passado desafiou o primo Ricardo Salgado na liderança do Grupo Espírito Santo chegou à unidade hoteleira algarvia ladeado por Marques Mendes. Eram 20h00. As câmaras de televisão não o perderam de vista e as câmaras fotográficas levantaram-se em riste na sua direcção. Houve imagens, não houve palavras.

Na entrada da sala onde decorre o evento, Ricciardi foi distribuindo cumprimentos, sorrisos e entabulando conversas de circunstâncias.
Mais 20 minutos e entrou para a sala onde estava marcado o jantar, em que estava confirmada a presença do primeiro-ministro. Catroga juntou-se-lhe e com ele passou os minutos que separavam da chegada de Passos Coelho.

Passos entra na sala e acerca-se da mesa junto ao palco, onde tinha lugar marcado. A mesma de Ricciardi. O presidente do BESI, instituição que pertence agora ao Novo Banco, dá dois passos na direcção do líder do Governo, que talvez sem o ver toma o sentido contrário e começa a cumprimentar os outros convivas. Ricciardi recuou. Como a mesa era redonda finalmente deu-se o encontro. As câmaras não o perderam. Dois dedos de conversa para o momento ficar registado, e ambos se sentaram.

Na mesa de Passos e Ricciardi estavam também Marques Mendes, Eduardo Catroga, Estela Barbot, e a mulher do primeiro-ministro, Laura Ferreira, entre outros.

Jantou-se, Passos discursou, e Gisela João cantou. Ricciardi não falou. Este domingo, o líder do BESI falará numa conferência denominada “Que financiamento para o futuro” em que partilhará a o palco com Miguel Maya, do BCP e António Nogueira Leite, da Hipoges.