Paulo Bento

Equipa de barba rija sem ligar ao calor

21 jun, 2014

Paulo Bento espera que os jogadores portugueses tenham paciência para resolver o jogo com os Estados Unidos.
Equipa de barba rija sem ligar ao calor

Paulo Bento sabe qual é a solução para resolver o problema da qualificação, no Brasil. O seleccionador nacional explica que Portugal "tem que ser uma equipa madura".

"Uma equipa de homens que saiba que o jogo, até em função daquilo que aconteceu anteriormente, possa não começar a correr-nos de feição. Teremos de ser homens, solidários e coerentes para podermos dar uma resposta cabal. Temos 90 minutos para ganhar", declarou na conferência de imprensa oficial de antevisão do jogo com os Estados Unidos.

Paulo Bento entende que o momento é de tudo por tudo, mas não pretende que os jogadores tentem resolver tudo rapidamente: "Se tivermos de correr riscos, iremos corrê-los, mas primeiro temos de ser uma equipa segura e que vá à procura da melhor maneira de controlar todos os momentos do jogo em função da situação difícil em que está".

Calor não pode ser desculpa
Muito se tem falado do calor e da humidade que Portugal vai encontrar em Manaus e que já experimentou em Salvador, frente à Alemanha, mas Paulo Bento desvaloriza o tema, considerando que quem procura explicações nas condições do clima "não percebe nada disto".

O seleccionador está interessado é em que Portugal jogue "como equipa" frente aos norte-americanos. O jogo com os EUA está marcado para este domingo, às 23h00. Relato na Renascença e acompanhamento ao minuto em rr.sapo.pt.