Tempo
|

Infarmed autoriza mais de cinco mil tratamentos inovadores para a hepatite C

28 jul, 2015 • Anabela Góis (com agência Lusa)

O Dia Mundial da Luta Contra as Hepatites Víricas é assinalado esta terça-feira. Estima-se que em todo o país existam 13 mil doentes com hepatite C.

Infarmed autoriza mais de cinco mil tratamentos inovadores para a hepatite C

O Infarmed autorizou 5.870 tratamentos para a hepatite C, quase mil autorizações por mês desde que o Ministério da Saúde assinou acordo com a indústria farmacêutica em Fevereiro. Destes tratamentos, a esmagadora maioria (5.420) teve recurso a medicamentos inovadores: o tão falado Sofosbuvir sozinho ou combinado com o Ledipasvir.

De acordo com informações disponibilizadas à Renascença pela Autoridade Nacional do Medicamento, há cerca de três mil doentes a fazer tratamento para a hepatite C com estes fármacos.

O acesso é feito sem restrições. O pagamento à indústria será feito no final e só pelos utentes efectivamente curados. 

O Dia Mundial da Luta Contra as Hepatites Víricas é assinalado esta terça-feira. Estima-se que em todo o país existam 13 mil doentes com hepatite C.

Segundo a Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia, "podemos ser optimistas o suficiente para dizer que a hepatite C é uma doença que pode estar erradicada dentro de alguns anos".

José Cotter afirma que os pacientes dispõem de tratamentos "com elevadíssima taxa de eficácia, muito próxima dos 95%", mas revelou preocupação face a "uma pequena franja de doentes [que] não responde a estes tratamentos".

“Necessitarão de medicamentos alternativos que neste momento ainda não estão aprovados do ponto de vista negocial pela tutela", informou o também director do serviço de Gastrenterologia do Centro Hospitalar do Alto Ave, afirmando que, no entanto, esta é "uma doença que pode estar erradicada dentro de alguns anos" face ao avanço da investigação médica nesta área.

O especialista alertou, ainda, para o carácter "silencioso" desta doença, que deve ser combatido através de "uma simples análise sanguínea", "pelo menos uma vez, na idade adulta".

A SOS Hepatites vai estar esta terça-feira na Praia de Santo Amaro de Oeiras, em Lisboa, entre as 10h00 e as 17h00, a oferecer rastreios à hepatite C a toda a população.