Ponte de Sor. Queda de helicóptero que fez dois mortos alvo de investigação

04 dez, 2014

Os dois ocupantes da aeronave, com idades entre os 25 e 30 anos, são um instrutor português e um aluno angolano.

Ponte de Sor. Queda de helicóptero que fez dois mortos alvo de investigação
As causas do acidente de helicóptero que se despenhou esta quinta-feira na herdade da Amieira, na freguesia de Montargil, causando a morte a duas pessoas, vão ser investigadas pelo Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves. Os dois ocupantes da aeronave, com idades entre os 25 e 30 anos, são um instrutor português e um aluno angolano.
As causas do acidente de helicóptero que se despenhou esta quinta-feira na herdade da Amieira, na freguesia de Montargil, causando a morte a duas pessoas, vão ser investigadas pelo Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves (GPIAA).

"Vamos abrir um processo de investigação para apurar as causas do acidente", disse à agência Lusa o director do GPIAA, realçando ainda que uma equipa daquele organismo, com dois investigadores, já foi mobilizada para o local para avançar com a investigação.

"Uma equipa vai deslocar-se ao local do acidente para fazer a recolha de indícios do caso", afirmou Álvaro Reis, referindo que os dois investigadores deverão chegar à zona "ao início da tarde".

Os dois ocupantes da aeronave, um instrutor português e um aluno angolano, foram socorridos com ferimentos graves no local pelos bombeiros de Ponte de Sor, distrito de Portalegre, mas acabaram por morrer, segundo o vereador do município responsável pela Protecção Civil.

O helicóptero que se despenhou pertence a uma escola de aviação local, cujos responsáveis indicaram à Lusa que vão divulgar um comunicado durante a tarde.

As operações de socorro mobilizam 23 operacionais e oito veículos dos bombeiros locais e uma viatura médica de emergência e reanimação (VMER), além de um helicóptero do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM).



[Notícia actualizada às 14h00]