"Lojas com História". Este livro quer dar alternativas aos "clichés turísticos" da capital

18 nov, 2017 - 12:05

Livro publicado no âmbito do Projecto "Lojas com História", da Câmara Municipal de Lisboa, chega às livrarias a 24 de Novembro.

A+ / A-

Do projecto criado pela Câmara Municipal de Lisboa (CML) para preservar as lojas tradicionais da cidade nasce agora um livro, editado pela Tinta-da-China. "Lojas com História" lisboetas estão agora reunidas em num álbum ilustrado com centenas de fotografias. O roteiro é constituído por 82 lojas, escolhidas pela CML de acordo com a actividade, o património material e o património cultural e histórico.

O livro contou com a direcção científica e artística de uma equipa da Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa. "Lojas com História" chega às livrarias dia 24 de Novembro, em duas versões: uma em português, outra em inglês ("Historic Shops - Lisbon").


Fundada em 1886, a Barbearia Campos, no Chiado, é a mais antiga barbearia do país ainda em actividade.


Confeitaria Nacional: a confeitaria mais antiga de Lisboa ainda em funcionamento, de portas abertas desde 1829, adicionando a isso a proeza de se manter sempre na mesma família


A luvaria Ulisses foi fundada em 1925 por Joaquim Rodrigues Simões, na Rua do Carmo


A Carioca foi fundada em 1936 por Isidoro Teixeira, que irá abrir logo a seguir uma outra Loja Com História, a Pérola do Chaimite nas Avenidas Novas. A Carioca permaneceu na mesma família até 1993, quando foi comprada pela torrefacção Negrita Cafés.


Só podiam vender manteiga as casas de comércio assim nomeadas e, no século XIX, eram umas vinte, além desta. Antes ainda de ter estes produtos, funcionava aqui o matadouro de gado caprino que abastecia o antigo mercado da Praça da Figueira. Nos anos 30, a Manteigaria Silva foi ampliada ao tamanho com que a conhecemos hoje: Bacalhoaria de um lado e mercearia fina do outro, especializada em produtos regionais.


Fundada em 1960, a Príncipe Real Enxovais é uma volta a Portugal em maravilhas bordadas, onde é possível compor enxovais de criança e de noiva, comprar camisas de noite, atoalhados, jogos de cama, capas de edredão, centros de mesa, guardanapos, linhos, faz-se restauros de vestidos e outras peças, aplica-se rendas, trabalhos personalizados, com ideias e pedidos do cliente. Aqui já se serviu princesas e celebridades, e até Amália cá vinha e punha-se a cantar para as bordadeiras.

Tavares, também conhecido como “Tavares Rico” é o restaurante mais antigo do país ainda em funcionamento, com dois séculos e três décadas de história
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+