A+ / A-

José Eduardo. “Força do coletivo” será resposta para saída de Pedro Porro

22 dez, 2022 - 18:16 • Pedro Castro Alves

Antigo jogador do Sporting sublinha que ninguém é insubstituível, mas reconhece que a venda do espanhol representaria uma “grande quebra”. Valorização dos ativos da casa deve sobrepor-se a ida ao mercado.

A+ / A-

José Eduardo, antigo lateral do Sporting, aponta Pedro Porro como “o melhor lateral do campeonato português”, pelo que uma eventual saída representaria “uma quebra muito grande” para o clube de Alvalade, ainda que ninguém seja insubstituível.

“O futebol é um jogo coletivo, estamos fartos de ver jogadores que são considerados insubstituíveis, mas que depois a força do coletivo consegue revolver os problemas. É natural que um jogador com a qualidade do Porro seja um desfalque, mas também dá oportunidade a jovens”, avança, em Bola Branca.

Na lista do Sporting para janeiro estará já a procura por um avançado. Questionado sobre o perfil ideal para a equipa de Rúben Amorim, José Eduardo é direto: “fácil, um que marque golos, mas quanto custa?”.

“O Sporting tem de aproveitar o Paulinho e o Jovane, eventualmente procurar uma oportunidade em mercados menos pesquisados”, explica, em entrevista à Renascença.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+