Tempo
|
Autárquicas 2021
36,15%
137Câmaras
14,21%
68Câmaras
11,52%
27Câmaras
7,74%
18Câmaras
5,79%
18Câmaras
4%
0Câmaras
2,45%
0Câmaras
1,6%
5Câmaras
1,02%
0Câmaras
11,36%
9Câmaras
  • Freguesias apuradas: 3017 de 3092
  • Abstenção: 45,45%
  • Votos Nulos: 1,62%
  • Votos em Branco: 2,52%

A+ / A-

Sporting campeão: "Não temos noção do que acabámos de fazer", diz Coates

11 mai, 2021 - 22:31 • Redação

A+ / A-

"Não temos noção do que acabámos de fazer", disse o capitão Sebastian Coates após a conquista do título pelo Sporting ao fim de 19 anos.

“É um sentimento inexplicável. Vão passar dias, meses e anos e vamos recordar sempre”, declarou o defesa uruguaio à Sporting TV, depois da vitória sobre o Boavista, por 1-0.

Coates recordou a temporada difícil do ataque à Academia e disse que é preciso continuar a trabalhar e acreditar no que se faz, apesar das contrariedades

“Acho que a vida o futebol é sempre assim. Tem altos e baixos. Pode ser um ano bom, um ano mau, um dia bom, um dia mau, mas temos sempre que trabalhar. Temos que ter confiança no que fazemos, apoio da família e dos amigos é muito importante.”

O capitão, considerado uma peça-chave na conquista do título, diz que quando chegou a Alvalade era sempre com o pensamento de ser campeão e o sonho tornou-se realidade alguns anos depois.

“Quando cheguei aqui disse que vinha para ser campeão. Passou mais tempo do que imaginava, mas este era o meu sonho, sempre lutei para isto. Obrigado a toda a equipa, ao mister, ao roupeiro, a todos os sportinguistas que em Portugal e no mundo devem estar felizes como nós”, declarou Coates.

Na hora da conquista do título, o capitão recordou também outros jogadores que passaram nos últimos anos pelo clube, como Acuña, Bryan Ruiz, Vietto, Schelloto, entre outros.

[em atualização]

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+