Tempo
|
A+ / A-

Villas-Boas apresenta centro de alto rendimento e deixa críticas a Pinto da Costa

03 abr, 2024 - 01:04 • Lusa

"Apresento uma peça fundamental nesta candidatura, com muito prazer em fazê-lo em Lisboa, porque é significado do crescimento do FC Porto, afirmou o candidato à presidência dos dragões.

A+ / A-

A candidatura de André Villas-Boas apresentou na terça-feira, em Lisboa, a proposta para a nova academia do FC Porto, denominada de Centro de Alto Rendimento, e que terá um custo estimado de cerca de 35 milhões de euros.

À margem da apresentação do Centro de Alto Rendimento do FC Porto num espaço em Monsanto, que reuniu cerca de três centenas de apoiantes, André Villas-Boas pronunciou-se sobre a suspensão da negociação das ações da FC Porto SAD, considerando que isso se deveu às declarações do presidente Pinto da Costa em entrevista à SIC, sobre os negócios estruturais em torno do emblema "azul e branco".

"Apresento uma peça fundamental nesta candidatura, com muito prazer em fazê-lo em Lisboa, porque é significado do crescimento do FC Porto. A nossa academia já foi prometida [pela atual direção], mas a verdade é que continua a não existir", indicou.

Por outro lado, o antigo treinador do FC Porto recusou-se a alimentar a declaração que apelidou de "infeliz" do atual presidente, que considerou que as arbitragens nos jogos de futebol dos "dragões" mudaram desde o aparecimento da candidatura de Villas-Boas.

O ex-treinador do FC Porto considerou ainda positiva a localização da infraestrutura, assim como a proximidade ao Estádio do Dragão.

"O sentido de unidade entre o futebol profissional e a formação é fundamental. É necessário que as equipas A, B e da formação tenham proximidade para que os jovens saibam que, um dia, podem representar o FC Porto. Faz sentido colocar toda a formação do clube neste local. Vai gerar resultados e traduzi-los em campo", adiantou.

Na mesma ocasião, André Villas-Boas comentou igualmente as recentes críticas de Sérgio Conceição à arbitragem, na sequência da derrota dos portistas no Estoril (1-0), no sábado, para a I Liga.

"São declarações que ele próprio constatou. O importante é haver um esclarecimento das instituições que governam o futebol português, pois não se podem escudar apenas em multas para as pessoas que trazem verdades à praça pública. Tenho o Sérgio como um homem de carácter e de palavra. Depois de um fim-de-semana que ficou marcado por erros claros da arbitragem, é importante que as instituições se posicionem e saibam respeitar os clubes envolvidos", afirmou aos jornalistas.

No que respeita ao ato eleitoral do FC Porto, agendado para 27 de abril, o candidato pela lista B disse esperar um adesão em massa dos sócios "azuis e brancos".

"O FC Porto acordou para uma nova fase da sua vida. Estamos confiantes de que há um sentido crescente de mudança. Agora, traduzi-la em voto é um dos nossos objetivos. Continuaremos a incentivar os sócios a exercerem o seu direito de voto, esperando que estas eleições sejam as mais concorridas da história do clube", indicou.

E, em mais uma resposta a Pinto da Costa, desvalorizou o facto de o atual presidente dos "dragões" o ter tratado por Luís André: "Quando ganhei quatro títulos pelo FC Porto não me travava certamente por Luís André".

Situado próximo ao Estádio do Dragão, com acesso facilitado pela A20, Ponte do Freixo e saída 3 para a N222, o Centro de Alto Rendimento do FC Porto ficará situado num terreno com 31 hectares, com cinco campos de futebol e três edifícios.

O principal será um espaço para residentes e apoio desportivo, com ginásio de alto rendimento, spa, balneários, salas de administração e gestão técnica, entre outros, e o segundo será um pavilhão gimnodesportivo, com recinto polivalente e capacidade para 400 espetadores, enquanto a terceira infraestrutura funcionará como apoio desportivo, com receção, auditório com capacidade para 48 lugares, ginásio, balneários profissionais, e áreas de apoio médico.

Além de André Villas-Boas (lista B), concorrem ao ato eleitoral do FC Porto o atual presidente, Jorge Nuno Pinto da Costa (lista A), e Nuno Lobo (lista C), derrotado no sufrágio de 2020.

As eleições dos órgãos sociais do FC Porto decorrem em 27 de abril, entre as 9h00 e as 20h00, no Estádio do Dragão, no Porto, numa fase em que Pinto da Costa cumpre o 15.º mandato consecutivo, que lhe confere o estatuto de dirigente com mais títulos e longevidade do futebol mundial.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+