Tempo
|
A+ / A-

Conceição atira pressão para o Benfica dos "grandes jogadores do futebol mundial"

08 ago, 2023 - 13:06 • Redação

Treinador do FC Porto adota a ironia para falar sobre as expectativas para a Supertaça e para a nova temporada.

A+ / A-

Sérgio Conceição atira pressão, na Supertaça, para o Benfica, que contratou "grandes jogadores do futebol mundial" e que é já o campeão das expectativas.

Na conferência de imprensa de antevisão da partida, esta terça-feira, o treinador do FC Porto sublinha que, "mesmo que não tivesse entrado ou saído ninguém no rival, a estratégia passaria sempre" pela análise da própria equipa e do adversário, das forças e fragilidades de cada um. Ainda assim destaca a valia dos reforços do Benfica.

"No ano passado, mostrámos a nossa identidade em vários dos jogos com o Benfica. Uma equipa agressiva, intensa e com qualidade de jogo, porque às vezes as pessoas esquecem-se de realçar a nossa qualidade de jogo, mas tivemos momentos de grande brilhantismo. Vai ser um jogo difícil, perante um adversário que se reforçou, que trouxe jogadores que são, inquestionavelmente, grandes jogadores do futebol mundial. Temos de estar preparados para levar o rival de vencida", adverte.

Com alguma ironia à mistura, Sérgio realça, também, as expectativas distintas que os mercados de Porto e Benfica geram na opinião pública.

"Se olharmos para as primeiras páginas dos jornais, não somos nada favoritos. Aliás, vamos terminar o campeonato em quarto lugar. Olhando para o que podemos fazer, temos 50% de probabilidades de vencer este título e isso é que me interessa", sublinha o treinador portista.

A história não conta


Sobre o jogo em si, Sérgio Conceição destaca que um Porto-Benfica é "um dos clássicos mais vividos do mundo" e em que "todo o passado não conta". O treinador não espera, portanto, ter um ascendente moral pelo saldo positivo em jogos frente ao grande rival:

"É um jogo diferente, os jogos todos têm uma vida diferente. Tudo o que é passado é passado, não acredito em jogos psicológicos e que haja mais ou menos receio de defrontar este ou aquele. Não acredito nisso nem quero acreditar, quando falamos de um clube tão grande como o Benfica."

"Esperamos um jogo muito difícil, contra um rival de grandíssima qualidade, que é campeão nacional. Isto não é música para embalar, como vi escrito esta semana. Não nos embalam, porque sabemos o que querem dizer. Estão a defrontar-se os dois clubes com mais títulos nacionais e internacionais, e espero que seja um grande clássico. Que ganhe o FC Porto, mas, para isso, tem de trabalhar muito", vinca.

Sérgio não fica nervoso pelo facto de o primeiro jogo da época ser logo um título e frente ao maior rival: "Gostamos de grandes jogos. Um grande jogo pode ser contra o Tondela ou contra o Benfica. É uma final. É bom defrontar qualquer adversário, desde que estejamos lá."

FC Porto e Benfica defrontam-se na quarta-feira, às 20h45, no Estádio Municipal de Aveiro, para a disputa da Supertaça Cândido de Oliveira. Relato em direto e acompanhamento ao minuto na Renascença.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Joaquim Correto
    08 ago, 2023 Paços 16:40
    A fugir assim à responsabilidade, o treinador do Porto é candidato a treinar o Braga, Guimarães ou Boavista!

Destaques V+