A+ / A-

FC Porto

Sérgio Conceição: "Tivemos erros básicos que não podem acontecer neste nível"

10 mar, 2023 - 22:20 • Redação

Treinador do FC Porto fala numa vitória justa frente ao Estoril num jogo "com incidências em que eles foram extremamente felizes".

A+ / A-

Sérgio Conceição, treinador do FC Porto, acredita que o Estoril teve "pormenores no jogo que lhes correram muito bem". No entanto, o técnico acredita que existiram "erros básicos" que não podem acontecer.

"O Estoril não tinha chegado à nossa baliza quando empatou. Houve incidências do jogo que, no pormenor, correram muito bem ao Estoril e foram muito eficazes. Caso contrário, estaríamos a falar de outro resultado. Cabia-nos fazer o jogo da melhor forma, o jogo foi bem preparado. Uma vitória justa, mérito dos jogadores", disse, à Sport TV.

Treinador lamenta, ainda assim, alguns erros que "não podem acontecer".

"Tivemos erros individuais que não podemos cometer, não podemos permitir porque há momentos da época em que um erro individual custa um golo. Foi a sensação com que fiquei hoje. O Estoril soltou-se na segunda parte, por culpa própria, com muitas perdas de bola. Há erros básicos que não podem acontecer neste nível, temos jogadores que não estão ainda habituados a competir de três em três dias. Leva o seu tempo, é normal", atira.

Conceição voltou a começar com alguns titulares habituais no banco, como Uribe, Taremi e Pepê. Sérgio "estava à espera da pergunta" e preferiu "dar continuidader ao que fizemos contra o Chaves".

"O Galeno não está a 100 por cento, o Pepê treinou com grande dificuldade, o Taremi ficou no banco, mas pode jogar de início tal como os outros dois atacantes que jogaram em Chaves e hoje e fizeram uma excelente prestação. Cada um fez um golo em Chaves. Não faz sentido estar a fazer essa gestão. Se perdermos mais pontos, fica ainda mais difícil para o principal objetivo que é o campeonato", termina.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+