Tempo
|
A+ / A-

Mbemba e lesões de Pepe obrigam FC Porto a ir ao mercado por centrais

25 mai, 2022 - 12:45 • Luís Aresta com Redação

Dois treinadores, Carlos Azenha e José Nuno Azevedo, definem prioridades de mercado para o campeão nacional, a pensar nas possíveis saídas e no ataque à Liga dos Campeões.

A+ / A-

Os treinadores Carlos Azenha e José Nuno Azevedo consideram que o FC Porto precisa de ir ao mercado de transferências, este verão, buscar centrais. Pode ser um ou até dois, dependendo do futuro de Mbemba.

É sobre defesa, e sobretudo ao nível dos centrais, que Sérgio Conceição deverá fazer incidir uma parte do relatório que está a elaborar para entregar ainda esta semana a Pinto da Costa. Dois treinadores ouvidos por Bola Branca coincidem nesta análise. Carlos Azenha, antigo adjunto de Jesualdo Ferreira no FC Porto, admite até a possibilidade de o Porto ter de ir ao mercado por dois centrais. Depende de quem ficar:

"Deduzo que o Mrcano não deve ficar. Independentemente disso, e com a saída do Mbemba, o Porto terá de se reforçar, pelo menos, com um ou dois defesas-centrais, porque o Pepe é uma mais-valia garantida, mas terá de ter alguém ao lado. Os 39 anos do Pepe ainda dão garantias para jogar, mas, de qualquer maneira, vai ser necessário um substituto para o Mbemba e tem de se ver como será a situação de Rúben Semedo, se fica ou não fica. Se não ficar, seguramente o Porto vai buscar dois centrais."

Também o treinador e comentador da Renascença José Nuno Azevedo entende que o FC Porto terá de forçosamente ir ao mercado de centrais, devido à provável saída de Mbemba e aos problemas físicos de Pepe.

"Longe de mim dizer que é uma questão de qualidade, é claramente uma questão física: as dificuldades que o Pepe foi apresentando ao longo da temporada podem vir a repetir-se e o Porto ficaria algo debilitado. Mbemba vai sair e, depois, há a dúvida se Rúben Semedo continua. Fábio Cardoso penso que sim. Atendendo, também, a que Marcano não deu a resposta ideal pós-lesão, parece-me claro que o Porto terá forçosamente de ir ao mercado", salienta o treinador e comentador de futebol.

Mais qualidade nas alas e vaga na baliza


A zona central da defesa não é o único problema que Sérgio Conceição tem para resolver, porém. José Nuno Azevedo considera que, nas alas, há um claro défice "a nível da qualidade das alternativas aos titulares".

"João Mário é claramente superior a Manafá. Pepê foi utilizado, mas não me parece que seja uma solução ideal. A nível das laterais, quer de um lado quer do outro, parece-me que é um setor a reforçar", sustenta.

José Nuno Azevedo lembra, ainda, que Marchesin deve sair. A qualidade que Cláudio Ramos mostrou nas temporadas de Tondela "dará algum tipo de garantias na posição", contudo, questiona se Sérgio Conceição fica satisfeito com ele e Francisco Meixedo como alternativas a Diogo Costa.

Meio-campo e ataque de Liga dos Campeões


Carlos Azenha olha, também, para outras necessidades do FC Porto, ao nível do meio-campo e da linha avançada, a pensar, sobretudo, na próxima campanha do campeão nacional na Liga dos Campeões.

"O Porto necessitará um jogador que permita fazer um 10/8. Um desbloqueador com elevada capacidade técnica que permita fazer um 'box to box' quando necessário. Conseguir correr o jogo todo faz a diferença na Liga dos Campeões. Na frente, vai depender se o Taremi fica. Mas de certeza que o Porto irá reforçar-se nessa área, porque uma coisa é o consumo interno outra coisa, será a Liga dos Campeões, para tentar fazer um brilharete maior", assinala o antigo adjunto portista.

José Nuno Azevedo não exclui a hipótese de o FC Porto ir ao mercado para outras posições. Sobretudo se o "scouting" cumprir a tradição de apontar a Sérgio Conceição jogadores com potencial para crescer.

"Um trabalho não para o imediato, mas com a perspetiva de criar condições para que os jogadores venham a ser jogadores fundamentais. Olhemos Luis Díaz, Pepe, Uribe. O Porto muitas vezes trabalha assim. Poderá surgir este tipo de negócios", sugere o comentador Bola Branca.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Joaquim Correto
    25 mai, 2022 Paços 22:20
    Foi buscar o Ruben Semedo para quê, para fazer de conta?

Destaques V+