Tempo
|
A+ / A-

FC Porto 1-0 Sporting

Sérgio Conceição. "Feliz q.b., mas não ganhámos nada"

21 abr, 2022 - 23:10 • Redação

FC Porto está na final da Taça de Portugal depois de voltar a derrotar o Sporting na segunda mão das meias-finais. Final no Jamor será contra o Tondela a 22 de maio.

A+ / A-

O treinador do FC Porto considera que a partida contra o Sporting foi um “jogo competitivo entre duas grandes equipas”.

“Fizemos um jogo muito bom, uma partida onde sabíamos que tínhamos de controlar a largura do Sporting. Fomos muito rigorosos, principalmente no nosso processo defensivo. Uma segunda parte ainda mais forte, onde fomos capazes de ter mais bola, e quando é assim a nossa capacidade ofensiva fica ainda mais rica. Dentro dessa ligação, tivemos muito competentes. Lembro-me apenas de uma situação de Matheus Nunes, que podia ter criado perigo. Fomos, mais uma vez, muito competentes. Parabéns a todos os jogadores, aos elementos da minha equipa técnica por estarmos no Jamor. É verdade que ainda não conseguimos nada, e que ainda temos muito trabalho pela frente, mas é positivo. Foi um FC Porto muito adulto, muito sólido que conseguiu estar na final", referiu Sérgio Conceição.

Questionado sobre uma possível dobradinha (dragões lideram no campeonato e estão na final do Jamor contra o Tondela), mas Sérgio Conceição não entra em euforias.

"Não, agora há o próximo jogo em Braga. Onde será muito difícil para nós, que são todos. Será certamente um jogo com as dificuldades normais de uma equipa bem trabalhada pelo Carlos Carvalhal. Temos de trabalhar e pensar em Braga."

O técnico aproveita para falar sobre o Tondela: "Uma palavra para o Tondela, dar os parabéns a uma região que merece ter uma equipa na 1.ª Divisão. Desejo-lhes um bom final de campeonato. Dou os parabéns pela final. Será um jogo difícil. Obviamente que vive muitos momentos como jogador naquele estádio, mas nas últimas duas finais como treinador não fui tao feliz. Temos esta terceira oportunidade para inverter aquilo que aconteceu. Mas o mais importante é dormir sobre esta presença no Jamor e pensar no Sp. Braga a partir de amanhã. Uma equipa difícil, o foco é esse, não o digo como hipocrisia. Estou feliz q.b., mas não ganhámos nada. Estamos no caminho certo, mas falta a fase final do campeonato e o Tondela. A minha felicidade nunca é a 100%, porque quando conquistamos algo pensamos logo na conquista seguinte".

Já sobre o caso Pepe, castigado e descastigado, o técnico dos dragões referiu: "Posso confidenciar que até há dois dias o Pepe estava para jogar. Quando soubemos que não ia, definimos que ia jogar o Fábio Cardoso. Eles no treino percebem quem está mais próximo de jogo, mas ontem tive a oportunidade de dizer, no último, que era o Fábio. Depois, à última da hora, surgiu esta situação. Tive a abertura e frontalidade de ter uma conversa com o jogador e em conjunto com o grupo decidimos que o Pepe merecia estar no jogo e viver este jogo. Não tanto pelo plano desportivo, mas mais pela justiça que era estar em campo. Eu confio nos centrais, mas fiquei feliz pela decisão de o ver em campo. E depois é experiente, é o capitão e traz tudo isso à equipa".

O FC Porto derrotou o Sporting, por 1-0, com golo de Toni Martinez, e está na final da Taça de Portugal, a 22 de maio, contra o Tondela.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+