A+ / A-

Sérgio Conceição: "Este é o Sporting mais forte desde que estou no FC Porto"

10 fev, 2022 - 13:38 • Redação

Treinador portista destaca os reforços do Sporting, o facto de ser campeão nacional e a caminhada na Liga dos Campeões.

A+ / A-

Sérgio Conceição considera que o FC Porto vai defrontar, na sexta-feira, o Sporting mais forte dos últimos cinco anos.

Na conferência de imprensa de antevisão do clássico da jornada 22 do campeonato, o treinador portista deixou grandes elogios ao rival.

"Este é o Sporting mais forte desde que estou no FC Porto. Pelo que tem feito, porque é o campeão nacional e conseguiu este ano estar nos oitavos de final da Liga dos Campeões. Reforçou-se com qualidade: Edwards, um dos melhores jogadores do campeonato, e Slimani, o melhor marcador de sempre da Argélia e que conhece bem o campeonato português. É um Sporting ainda mais forte do que o do ano passado", assinalou.

Sporting forte mesmo sem Pote e Porro


A baixa de Pedro Porro e a possível ausência de Pedro Gonçalves não são vistas como uma vantagem por Sérgio Conceição, para quem o Sporting não fica "mais forte ou mais fraco sem um ou outro jogador".

Na senda dos elogios ao rival, Sérgio Conceição assumiu que "é fácil perceber" a forma de jogar do Sporting, mas difícil de travar. O FC Porto terá de ser "competente" para evitar passar por dificuldades.

Não só pela forma como joga, mas também pela atitude que demonstra em campo o Sporting é um adversário que impõe respeito. Sérgio Conceição recordou a vitória dos leões em casa do Benfica.

"Vi um Sporting extremamente agressivo na Luz. Agressivo e com vontade enorme de ganhar o jogo. Nos segundos iniciais, a ir rapidamente buscar a bola na linha lateral para meter em jogo, como que a dizer: 'Estamos aqui para ganhar'", lembrou o técnico portista.

Elogios amarram os pés de Sérgio à terra


Não só o Sporting recebe elogios. Rúben Amorim, técnico dos leões, o lendário treinador Arrigo Sacchi e o próprio presidente do FC Porto, Pinto da Costa, já realçaram o percurso dos dragões esta época.

Sérgio Conceição agradeceu os elogios, porém, garantiu que não fica "radiante" por ouvi-los: "Dão-me mais responsabilidade e metem-me os pés no chão, para que eu diga que temos de continuar, porque gosto de ouvir esses elogios é no final com títulos. Não vale nada a meio."

"Em nome do grupo de trabalho, todos os departamentos que acompanham a equipa, fico contente por ouvir elogios, nomeadamente de pessoas tão importantes no futebol e que já ganharam tanto. Mas não me deixo levar por esse tipo de elogios, porque o momento mais importante é o de amanhã. De um momento para o outro tudo pode mudar, o futebol é um recomeçar constante", sublinhou o técnico portista.

Ainda assim, Sérgio não quer "esconder" o trajeto positivo do FC Porto. "Não é excelente, porque empatámos dois jogos", acrescentou.

Clássico são mais três pontos de 102


Trajeto esse a que espera dar continuidade diante do Sporting. Na liderança e com seis pontos de vantagem sobre o rival, o FC Porto ficará com uma almofada de nove pontos e vantagem no confronto direto se vencer. Mesmo o empate deixará os dragões em posição confortável.

Apesar disso, Sérgio Conceição não confere caráter decisivo ao clássico.

"Quando se vence uma equipa que está próxima na classificação, são três pontos que se ganha e três que não deixamos o adversário ganhar, mas não é mais do que isso. É um jogo importante, mas não decisivo. Para nós, os jogos são todos decisivos, porque são três pontos de 102 em disputa. Preparámos o jogo de forma a conquistá-los", concluiu.

O FC Porto-Sporting está marcado para sexta-feira, às 20h15, no Estádio do Dragão, e terá arbitragem de João Pinheiro. Relato em direto na Renascença e acompanhamento ao minuto em rr.sapo.pt.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+