Tempo
|
A+ / A-

Taça de Portugal

Sérgio ainda nem olhou para o AC Milan. Sintrense é o foco atual do FC Porto

14 out, 2021 - 11:51 • Redação

Mbemba, Luis Díaz, Corona e Uribe estão fora do jogo da Taça de Portugal, em que o treinador do FC Porto espera dificuldades.

A+ / A-

Sérgio Conceição ainda nem sequer olhou para o AC Milan. O treinador do FC Porto garante que o foco está em vencer o Sintrense e seguir em frente na Taça de Portugal.

"Tenho um bloco de imagens grandes para sobre sobre o Milan, mas ainda nem vi e não me preocupei com isso. Temos olhado para o Sintrense, esse é o foco total e só depois vamos olhar para o jogo da Liga dos Campeões", disse, em conferência de imprensa.

O técnico dos dragões reconhece que os jogadores que não foram às seleções terão mais probabilidade de jogar: "Não damos nada a ninguém e os jogadores têm de conquistar os seus minutos, mas na preparação das contas entram os jogadores que estiveram com a equipa nesta pausa".

Mbemba lesionou-se na seleção e está fora do jogo, tal como o trio de jogadores internacionais que alinhou no continente americano.

"O Mbemba está fora, Otávio está melhor. Taremi fica fora por castigo, o Corona, Matheus Uribe e Luis Díaz têm estas datas FIFA e é impossível estarem no jogo", explica.

Os perigos do Sintrense

Sérgio Conceição reconhece valia no Sintrense e analisou o adversário que vai medir forças na Taça, prova em que quer chegar à final e vencer.

"É a festa da Taça, é uma competição que eu e o clube damos grande valor. Temos aspiração de ir à final e ganhar. Tivemos duas vezes na meia final e duas vezes na final. A responsabilidade é toda nossa. O Sintrense ainda não perdeu. Os jogos são todos perigosos, independentemente do escalão. Se não estivemos ao nível, podemos sofrer", diz.

O Sintrense-FC Porto joga-se esta sexta-feira, às 18h45, com relato na Renascença e acompanhamento, ao minuto, em rr.sapo.pt.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+