Tempo
|
A+ / A-

Quatro milhões assistiram em Portugal à final do Mundial

19 dez, 2022 - 16:43 • Lusa

Argentina sagrou-se campeã do mundo ao vencer a França. Final do Campeonato do Mundo 2022 passou em dois canais.

A+ / A-

Quatro milhões de telespectadores em Portugal assistiram à final do Mundial 2022, ganha pela Argentina, no domingo, de acordo com os dados da Universal McCann, agência de meios do grupo Mediabrands.

"A RTP1 emitiu o jogo que contou com um total de 3,8 milhões de pessoas a assistir, com uma audiência média de 2,2 milhões e 'share' de 55,5%", refere a Universal McCann.

A emissão do jogo na Sport TV "registou um total de 191 mil telespectadores, com uma audiência média de 102 mil e 2,6% de 'share', perfazendo um total de quatro milhões de telespectadores, uma média de 2,2 milhões de telespectadores e 58,1% de 'share', em termos acumulados", adianta.

"A transmissão deste jogo pela RTP1 teve um grande impacto para o canal, uma vez que registou um 'share' de 23,1%", refere a Universal McCann.

Durante o período do Mundial 2022, as estações televisivas que transmitiram jogos do Mundial registaram um aumento do seu "share", quando comparado com a média do mês de outubro. A RTP1 foi a estação televisiva que mais aumentou (3,6 pontos percentuais e 13,6% de "share").

Assistência cresce em relação a 2018


Comparando com as finais das últimas grandes competições, o Argentina-França teve "a maior percentagem de pessoas coladas ao ecrã durante o período do jogo".

No que respeita à audiência média, "a final entre Argentina x França ficou à frente da final do Mundial da Rússia de 2018, mas a final do Euro 2020, que também ficou resolvida apenas nas grandes penalidades, teve uma audiência média ligeiramente superior".

As finais do Mundial de 2018, do Euro 2020 e do Mundial de 2022 ficaram na quinta posição do "top" de jogos mais vistos em canal aberto.

No jogo de domingo, que se realizou no Qatar, verificou-se uma tendência de crescimento da audiência "ao longo de toda a emissão". Na primeira e segunda parte, a curva das audiências "foi algo inconstante, no entanto após os golos da França o crescimento das audiências é mais acentuado".

Durante o prolongamento manteve-se o ritmo de subida, tendo sido "os penalties a serem o principal ponto de interesse para os telespectadores" e o "pico de audiência foi registado durante as grandes penalidades, já no fim da partida".

A Argentina tornou-se campeã do mundo ao vencer a França, por 4-2, nas grandes penalidades, após igualdade a três golos no prolongamento.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+