A+ / A-

VAR Bola Branca

Jogadores de Portugal não têm razão. Árbitro "deu azar, mas fez bom trabalho"

10 dez, 2022 - 17:36 • Redação

Pepe e Bruno responsabilizaram Facundo Tello pela eliminação do Mundial e questionaram a nomeação de um argentino. O VAR Bola diz que as acusações são "despropositadas".

A+ / A-

Paulo Pereira, videoárbitro Bola Branca, dá Nota 4 à arbitragem do argentino Facundo Tello no Portugal 0-1 Marrocos, que ditou a eliminação da seleção nacional nos quartos de final do Mundial 2022.

Pepe e Bruno Fernandes responsabilizaram o árbitro pela derrota e questionaram o facto de ter sido nomeado um argentino para este jogo. No entanto, o especialista de arbitragem da Renascença classifica a atitude dos jogadores como "completamente despropositado":

"Não me parece [que os jogadores portugueses tenham razão nas críticas ao árbitro], francamente. Fiquei até surpreendido com as reações do Pepe e do Bruno Fernandes, porque nada de anormal se passou para tanta indignação, tanto mais que este árbitro argentino foi nomeado para este jogo antes do jogo da seleção argentina, logo não haveria a certeza de que a Argentina passaria. Deu azar, é certo, mas fez um bom trabalho."

Paulo Pereira considera que a queda de Bruno Fernandes na área, no final da primeira parte, "não é suficiente para penálti". Num lance entre Otávio e Hakimi, também "não parece haver agressão" do marroquino.

"Aos 86 minutos houve um lance muito contestado, em que El Yamiq corta a bola, possivelmente, com a cabeça para canto. Não há hipótese de ver na televisão, porque não houve repetição, mas se o VAR não interveio temos, de acreditar que a decisão foi acertada", realça.

O VAR Bola Branca admite que "os oito minutos de descontos podiam ser nove ou dez, mas Portugal teve muito tempo para fazer golo e não o conseguiu". Disciplinarmente, Facundo Tello "também esteve bem" e o segundo amarelo a Cheddira "foi bem exibido".

"Facundo Tello fez uma boa arbitragem", conclui.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Joe
    12 dez, 2022 Portugal 09:30
    Então não seria espectável a Argentina poder continuar na competição ahah De qualquer maneira houve 4 lances para possível penalti também não me parece que fosse caso para marcar os 4, dois até diria que sim ou pelo menos visualizar as imagens, mas nestas coisas à mínima dúvida é o que o arbitro quiser, mas tendo em conta que esta equipa já tinha arbitrado mal e contra Portugal noutro jogo é mais do que natural tudo isto não fazer sentido, o prémio de terem estado mal é voltarem a arbitrar um jogo de Portugal outra vez? È impossível não desconfiar disto.

Destaques V+