A+ / A-

Europeus de Atletismo

Salomé Afonso na final dos 1.500 metros nos Europeus: "Sou uma atleta de campeonatos, entro quase com um alter ego"

07 jun, 2024 - 12:35 • Lusa

Salomé Afonso concluiu as três voltas e meia à pista romana em 04.06,83 minutos, no quarto lugar da primeira semifinal, assegurando uma das seis vagas na final, marcada para domingo.

A+ / A-

A portuguesa Salomé Afonso acelerou, esta sexta-feira, na última volta das semifinais dos 1.500 metros para chegar à final da distância nos Campeonatos da Europa de atletismo Roma'2024.

“Hoje senti-me muito tranquila, muito paciente, porque, a dada altura da prova, realmente estava muito mal colocada e, nos últimos 300 metros, pensei 'vou passar' e foi isso”, sintetizou a meio-fundista lusa, na zona mista do Estádio Olímpico da capital italiana.

Salomé Afonso concluiu as três voltas e meia à pista romana em 04.06,83 minutos, no quarto lugar da primeira semifinal, assegurando uma das seis vagas na final, marcada para domingo, às 22:36 locais (21:36 em Lisboa).

“Eu sinto que sou uma atleta de campeonatos, como que me revoluciono, entro aqui com uma personalidade diferente, quase um alter ego, o que até parece um pouco louco”, reconheceu a atleta individual, em declarações à Lusa, para sustentar que, “agora, na final, tudo é possível”.

A atleta lisboeta, de 26 anos, arrancou muito forte, mas acabou por perder posições, só recuperando na última volta, para assegurar, tranquilamente, um dos seis primeiros lugares.

“Eu pensei 'é muita gente, vou partir super-rápido e ficar logo muito bem', mas foi precisamente o oposto, senti que parti muito lento e fiquei mal colocada. Mas, são 1.500 metros, e não são excessivamente rápidos, pelo que foquei-me na ponta final e correu bem”, explicou.

Salomé Afonso manifestou-se confiante para a final, depois de assegurar um lugar entre as 12 mais rápidas na distância, na série mais rápida das semifinais, em que se destacou a britânica Jemma Reekie (04.06,68).

“Se cheguei lá, não sou inferior. Tenho de acreditar até ao fim. Estou numa forma excelente e acho que posso ambicionar qualquer coisa”, rematou.

O melhor desempenho português nos 1.500 metros femininos foi alcançado por Carla Sacramento, em Budapeste'1998, quando conquistou a medalha de prata.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+